Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

O hábito de correr pode ser contagioso, diz estudo

Foto: Shutterstock

São muitos os estudos que falam da relação da corrida com o bem-estar: ficamos mais felizes, mais dispostos, menos ansiosos; começamos até a mudar hábitos quando a corrida vira estilo de vida. E contagia. Opa, contagia? Pois é, segundo um estudo da Sloan School of Management, do Massachusetts Institute of Technology, correr é contagioso.

O novo estudo publicado na Nature Communications olhou para dados de uma rede social mundial dedicada a compartilhar rotinas de treino e hábitos de vida (a rede não foi nomeada no estudo). 

Os dados foram coletados ao longo de cinco anos de cerca de 1,1 milhão de corredores do mundo inteiro. Só para você ter ideia, ao todo, essa galera correu mais de 360 milhões de quilômetros durante esse período.

Com base na análise, os pesquisadores descobriram que se e quanto corremos pode depender de forma surpreendente de nossas respostas ao treinamento de outras pessoas que seguimos ou somos amigos.

 

Leia mais

22 dicas para melhorar a resistência na corrida

Correndo com uma crew: união e diversão em SP

4 coisas que você não deve fazer depois de correr

 

Os amigos tendiam a exibir rotinas de treinamento semelhantes ao longo do ano e também ano a ano, mesmo que fossem separados geograficamente. O efeito mais forte dessa influência é no mesmo dia e parece diminuir com o tempo, escreveram os autores.

“As comparações com aqueles que estão à nossa frente podem motivar a nossa própria evolução, enquanto as comparações com aqueles atrás de nós podem criar um comportamento competitivo para protegermos a ‘superioridade'”, explicaram. “Nossas descobertas são consistentes com ambos os argumentos, mas os efeitos são muito maiores no segundo caso”.

Um dos dados comentados na pesquisa foi com relação ao tempo de treino. Se um corredor postasse que correu 10 minutos a mais do que o habitual, os amigos que correram depois também prolongavam seu treino, nem que fosse um pouco só. Da mesma forma, se um amigo correu mais rápido que o habitual, seus amigos também aceleravam suas corridas no mesmo dia. 

No geral, esses resultados indicam que, com ressalvas, “a corrida pode ser socialmente contagiosa”, diz Sinan Aral, professor de administração da M.I.T. que liderou o estudo. Então se você corre mais, pode saber que está incentivando outros corredores (que estão entre seus contatos virtuais), a correrem mais também.

Mas as descobertas aplicam-se apenas a pessoas que já praticam a corrida de rua, acrescentou ele, já que o estudo foi feito com corredores. É preciso mais pesquisas para comprovar se outros esportes são igualmente atrativos. 

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!