Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Embaixadinhas, porre histórico e ideia de bar: curiosidades sobre a Maratona de Londres

Foto: Divulgação

A Maratona de Londres é reconhecida mundo afora como uma das provas de longa distância mais concorridas do mundo. Não à toa, cerca de 250 mil corredores tentam vaga na corrida inglesa anualmente (as inscrições para a edição de 2018 estão abertas até sexta-feira). O que muita gente não sabe é que esse major é um antro de excelentes histórias. Confira abaixo as 5 curiosidades sobre a Maratona de Londres:

1 – Maratona de Londres surgiu em um bar
Há quem diga que boas ideias nascem em uma mesa de bar. A Maratona de Londres, hoje mundialmente famosa, é uma prova disso. Em 1978, Chris Brasher e John Disley bebiam em um pub chamado The Dysart Arms quando ouviram comentários positivos sobre a atmosfera da Maratona de Nova York. No ano seguinte, a dupla decidiu checar se a prova norte-americana realmente era um sucesso. Eles gostaram do que viram e, em março de 1981, realizaram a primeira edição da maratona londrina.

2 – Crescimento feminino
Menos de 5% dos concluintes na primeira Maratona de Londres eram mulheres, com Joyce Smith levando a vitória com um tempo de 2h29min57s. Em 2014, o número de mulheres terminando a prova era muito mais expressivo: quase 37%.

3 – Se beber, não corra
Horas antes da realização da primeira edição da Maratona de Londres, em 1981, Dave Bedford, um dos nomes mais famosos do universo da corrida de rua no Reino Unido, estava na boate que possuía em Luton, a 46 km da capital inglesa.

Depois de várias cervejas e quatro doses de piña colada, ele apostou 250 libras (aproximadamente R$ 1.000, na cotação atual) que conseguiria correr os 42 km da maratona nas horas seguintes.

Após convencer o co-fundador Chris Brasher a aceitar sua inscrição tardia, Bedford chegou à sua cama às 4h45min. Dormiu apenas 75 minutos e se dirigiu ao local da disputa. Para surpresa dos amigos, ele conseguiu correr o trajeto completo e, em seguida, foi para um pub, onde sentiu um cansaço e dormiu. Bedford precisou de dois dias para se recuperar após as bebedeiras e a sobrecarga física.

 

Leia mais

Inscrições para a Maratona de Londres de 2018 terminam na sexta

As melhores fantasias que renderam recordes mundiais na Maratona de Londres

Corredor para a 300m da linha de chegada para ajudar desconhecido e vira herói

 

4 – Embaixadinhas por 42 km
Em 2011, John Farnworth levou 12h15min para completar os 42 km da Maratona de Londres fazendo embaixadinhas. Isso mesmo, ele percorreu todo o trajeto chutando uma bola de um pé para o outro – e sem deixá-la cair uma única vez.

Casos como o do boleiro-maratonista não são mais possíveis, já que a organização da prova determinou oito horas como o limite para que os corredores finalizem o trajeto.

5 – O mais lento de todos
Vestido com um equipamento de mergulho de aproximadamente 50 kg, Lloyd Scott tornou-se o dono do pior tempo da história da Maratona de Londres, em 2002. Ele levou cinco dias e oito horas para concluir o trajeto.

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!