Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

Fogos, nervosismo e emoção: a despedida de Bolt na Jamaica

Foto: Divulgação

Usain Bolt anunciou que abandona o esporte profissional no Mundial de Atletismo, marcado para o mês de agosto, em Londres. Mas, antes da competição na Inglaterra, o atleta participou de uma despedida na Jamaica, diante de seus compatriotas, em uma festa recheada de emoção.

30 mil espectadores encheram o Estádio Nacional de Kingston para a despedida de Bolt e o viram vencer a prova dos 100 metros com o tempo de 10.03 segundos. Apesar da vitória, o astro de 30 anos reconheceu que entrou na pista pressionado.

“Acho que nunca fiquei tão nervoso antes de uma corrida. Acredito que tenha sido uma das minhas piores atuações. Mas eu não estava preocupado com o tempo, só queria competir diante dos meus fãs”, declarou.

 

Leia mais

Próximo Bolt? Jovem de 21 anos marca 9.82 nos 100m

Causos de corredor: histórias curiosas (e tensas) de amantes da corrida

Documentário sobre Usain Bolt chega ao Brasil em dezembro

 

Assim que cruzou a linha de chegada e selou sua vitória, a organização deu início a um show de fogos de artifícios para adespedida de Bolt. Nas arquibancadas, o público foi à loucura, agitando bandeiras com mensagens de incentivo ao ídolo e gritando seu nome.

Como agradecimento, o atleta beijou a linha de chegada e aplaudiu o carinho do público. Ele ainda recebeu um troféu das mãos de Glen Mills, técnico que o aconselhou durante a carreira.

Sebastian Coe, presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), marcou presença na despedida do “raio” e ressaltou a importância do jamaicano para o esporte.

“Estou aqui para agradecer alguém que mudou a cara do nosso esporte”, afirmou, acrescentando que Bolt é uma inspiração para muitos jovens.

A partir de agora, Bolt tem dois meses para se preparar para o Mundial de Londres. Sua última disputa está agendada para 12 de agosto, nove dias antes de completar 31 anos.

A lenda jamaicana deixa o esporte como o único atleta da história do atletismo a conquistar o tricampeonato em duas modalidades de pista nos Jogos Olímpicos de forma consecutiva (100 metros rasos e 200 metros rasos). 

Vale lembrar que, nos Jogos de 2008, foi campeão do 4×100 com a equipe jamaicana, mas o time perdeu a medalha no início deste ano após a descoberta de doping de Nesta Carter. Na modalidade, Bolt foi ouro em Londres-2012 e Rio-2016. 

No total, o raio jamaicano venceu oito medalhas de ouro em três Olimpíadas disputadas, além de outras onze medalhas douradas em Campeonatos Mundiais.

Assista à despedida de Bolt:

 

Así fue la despedida de Usain Bolt, ante su gente…??????

A post shared by Activo News (@activonews) on

Clube O2

Garanta já sua Mochila de Hidratação!

Compartilhe por email!