Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Estudo diz que música certa pode auxiliar no resultado do treino

Ouvir música durante os treinos é um ato comum entre os praticantes de diferentes esportes. Além da distração, as batidas das faixas podem interferir no resultado da atividade, tanto para o lado positivo quanto para o negativo. É isso que diz um novo estudo realizado pela plataforma de streaming Deezer com usuários dos smartwatches Fitbit no Reino Unido.

A análise dos dados, assim como de outras pesquisas acadêmicas anteriores, mostrou que há um tipo de música certa para cada tipo de treino. Faixas com o BPM, batida por minuto, em torno de 170 a 180, são indicadas para treinos de alta intensidade ou tiros de corrida, enquanto as que tem um BPM mais baixo auxiliam em atividades como ioga e pilates, em que é exigido um ritmo um pouco mais lento.

“Houve um enorme pico de streaming nas playlists de fitness quando começamos a parceria em 2019 e queremos garantir que nossos usuários mantenham a motivação durante todo o ano. Os dados de Fitbit e Deezer provam que escutar faixas de BPM mais altas é o melhor para aproveitar ao máximo os exercícios de alta energia, enquanto ouvir músicas de BPM mais baixas pode facilitar a atividade de ritmo mais lento, como ioga e pilates.”, disse o editor da Deezer, Robin Vincent.

O representante do serviço de streaming também identificou clássicos da música mundial para cada tipo de treino. Breakthru, do Queen, por exemplo, pode ajudar quem precisa de um auxílio para treinos de tiro, já que em seus segundos iniciais a faixa chega 180 BPM.

Durante uma corrida normal, a média de batidas por minuto mais indicada é de 140, então uma boa dica seria ouvir Beat It, do astro pop Michael Jackson ou Viva la Vida, da banda Coldplay.

Já para um corredor um pouco mais rápido, boas músicas com o BPM de 145, segundo Vincent, são Locked Out Of Heaven, de Bruno Mars ou Tiny Dancer, de Elton John. 

Na academia, ao levantar peso, nossos batimentos podem chegar a 170 por minuto. Neste caso, ouvir Paper Planes, da MIA ou The Pretender, do Foo Fighters, pode ajudar.

Já no HIIT, que se resume em treinos rápidos de alta intensidade com pequenos intervalos, muitas vezes ativo,  o mais indicado segundo o estudo da Deezer é treinar ouvindo músicas com BPM em torno de 125. Bons exemplos são Livin’ on a Prayer, do Bon Jovi, assim como um dos clássicos country internacionais Man, I Feel Like a Woman, da Shania Twain.

Leia mais

Ouvir música pode ajudar desempenho em treinos de alta intensidade

Dicas de quem entende de música para montar uma playlist de corrida

Os famosos da música que driblaram problemas com a corrida

Para os praticantes de ioga ou pilates, em que os batimentos ficam mais controlados, Natural Blues, do Moby,  ou Still Haven’t Found What I’m Looking For, do U2, são as faixas mais indicadas pela Deezer. 

E agora que você já sabe os benefícios da música e qual a música ideal para cada atividade, escolha a playlist que mais se encaixa no seus objetivos e bons treinos!

Clube O2

Já garantiu sua Jaqueta do Clube O2?

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!