Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Gatlin diz acreditar que Bolt voltará a competir nas Olímpiadas de Tóquio

Responsável por derrotar Usain Bolt na final do Mundial de Atletismo de Londres, o norte-americano Justin Gatlin declarou, em entrevista ao jornal inglês Daily Mail, que acredita que o jamaicano voltará em 2020 para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

“Penso que ele tomará um ou dois anos de descanso e logo voltará às pistas. É um competidor nato, que não pode ser esquecido. Gosta muito do atletismo e do esporte. A aposentadoria deve ser muito dura para ele. Ele gostava de estar na largada para enfrentar outros atletas e vencer”, disse Gatlin.

Recentemente, Gatlin revelou que havia apostado 100 dólares com Bolt que este voltaria às competições. O jamaicano, no entanto, assegurou que o retorno não estava em seus planos.

 

Leia mais

Bolt recebe mais dinheiro do que seis ministérios da Jamaica

Kipchoge confirma presença em Londres e duelará com Mo Farah

Como o levantamento terra mudou a carreira de velocista campeã olímpica

 

Em agosto de 2020, Bolt completará 34 anos – menos do que os 35 de Gatlin durante a conquista nos 100 metros no Mundial de Atletismo de Londres.

Gatlin já anunciou que pensa em competir no Mundial de Atletismo de Doha, em 2019, competição que serviria como teste para verificar se tem condições de continuar no atletismo até os Jogos de Tóquio.

Clube O2

Escolha já seu Frequencímetro!

Compartilhe por email!