Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Maratona de Chicago abre processo de transferência de vaga para 2021

A organização da Maratona de Chicago, marcada para 11 de outubro, anunciou que, por conta da pandemia de coronavírus que provocou o cancelamento de diversos eventos, os corredores inscritos na prova poderão optar por cancelar sua inscrição deste ano e obter entrada garantida para prova em 2021.

A oportunidade não estará disponível se a inscrição para prova deste ano ocorreu por meio de inscrições canceladas de 2019, inscrições para caridade ou grupos de turismo.

O atleta poderá cancelar o uso de vaga na Maratona de Chicago de 2020 a partir de 5 de maio e esta ação não poderá ser desfeita. O corredor precisará pagar a inscrição da prova de 2021, caso queira participar do evento no próximo ano.

No entanto, existem algumas advertências que os inscritos devem observar ao tomar sua decisão:

  • As taxas de inscrição da maratona e compras adicionais não são reembolsáveis;
  • Sua taxa de inscrição em 2020 e compras adicionais não serão reembolsadas;
  • Sua taxa de inscrição em 2020 e compras adicionais não serão aplicadas à sua inscrição para 2021.
  • A solicitação para obter a entrada garantida para 2021 ocorrerá durante a janela de qualificação e inscrição do evento de 2021.
  • O atleta não receberá um número de inscrição para o evento 2020.
  • O atleta não receberá o kit, bolsa ou camisa de participação do evento 2020.
  • O atleta não pode cancelar sua inscrição por dois anos seguidos.
  • O cancelamento não é uma opção para quem recebeu uma inscrição por meio de inscrições canceladas para 2020, instituições de caridade ou grupos de turismo.
  • Depois que uma inscrição é cancelada, ela não pode ser desfeita.

Caso manifeste o desejo de não participar da prova este ano, o atleta será notificado por e-mail, durante a janela de qualificação e inscrição para a prova de 2021, da necessidade de solicitar sua entrada garantida para a prova. O prazo para cancelar a inscrição vai até 22 de setembro.

A Maratona de Berlim é outra prova que foi recentemente suspensa por conta da pandemia de coronavírus. Ao todo, quatro das seis majors sofreram alterações. A primeira foi a Maratona de Tóquio, em fevereiro, que cancelou a participação de todos os atletas amadores e realizou a prova apenas para os profissionais. Já as Maratonas de Boston e Londres, programadas para abril, foram adiadas para setembro e outubro, respectivamente.

As Maratonas de Chicago e Nova York ainda não sofreram alterações oficiais em suas programações. A prova em Chicago segue programada para 11 de outubro e Nova York, maior prova do mundo e que em 2020 completa 50 anos, deve ocorrer em 1º de novembro.

Leia mais

Maratona de Berlim também é cancelada pela pandemia

Francês corre maratona na varanda do apartamento durante o isolamento

Brasileiros fazem 'Maratona de Boston virtual' para arrecadar fundos contra covid-19

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!