Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Chamados de “gordos” e “lentos”, atletas ganham inscrição grátis para a Maratona de Londres

Foto: Shutterstock

Quase 700 atletas que foram insultados e assediados durante a Maratona de Londres participarão de graça no ano que vem da prova, uma das mais cobiçadas do mundo. O anúncio foi feito pela organização do evento, como um pedido de desculpas e compensação às pessoas, muitas delas chamadas de “gordas” e “lentas” durante a prova na capital britânica.

Os insultos e assédios foram provocados tanto por uma parte da equipe do evento quanto dos espectadores e tinham como alvo os atletas mais lentos da prova.

As equipes de limpeza borrifaram fluidos de limpeza na rua enquanto alguns atletas do fim do pelotão ainda corriam e os espectadores os insultavam dizendo, por exemplo, “se você não fosse tão gordo, não seria tão lento, seria?” e mandando correrem mais rápido pela calçada.

Os tapetes de cronometragem foram removidos, as estações de assistência estavam lotadas, sem água, e o equipamento para registro de fotos oficiais ou vídeos da linha de chegada já tinha sido desligado quando parte destes atletas concluiu os 42,195 km.

Os problemas foram relatados aos organizadores cerca de um mês depois do evento, o que chamou a atenção da mídia local. Ao investigaram o caso, os organizadores da Maratona de Londres descobriram que muitas das situações descritas de fato ocorreram.

Assim, a prova realizou uma pesquisa online com os maratonistas que terminaram a prova em mais de sete horas e também entrevistou pessoas que trabalharam na organização do evento e autoridades locais.

A Maratona de Londres enviou um e-mail a todos os corredores lamentando o ocorrido, pedindo desculpas pela má experiência que tiveram e relatando quais problemas foram descobertos. No total, 678 atletas ganharam a inscrição para a prova em 2020.

Segundo a organização, os veículos de limpeza iniciaram seus trabalhos antes do horário previsto no cronograma e os funcionários que agrediram os maratonistas estavam sendo identificados e encaminhados à polícia. Em relação aos espectadores, o comportamento inadequado deles durante a corrida teria ocorrido por causa da existência de bares nas ruas do percurso.

Além da inscrição grátis para os 678 maratonistas insultados este ano, a prova anunciou que a limpeza das vias começará mais tarde em 2020 e que um membro sênior da equipe de organização passará a monitorar o pelotão final da prova.

Leia mais

Como a corrida te deixa mais forte psicologicamente

Corrida ajudou marido de campeã olímpica a vencer o Parkinson

Treinar para a Maratona de Boston pode mudar sua vida

Clube O2

Garanta sua jaqueta do Clube O2

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!