Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Seis jovens islâmicos são presos na Meia Maratona de Berlim

Foto: Reprodução

Uma operação antiterrorista promovida por forças especiais da polícia alemã na Meia Maratona de Berlim impediu que seis jovens islâmicos entre 18 e 21 anos cometessem um massacre na prova, realizada neste domingo (8). De acordo com informações publicadas pelo jornal Die Welt e confirmadas pela polícia local, um dos suspeitos planejava atacar os atletas e o público com duas facas.

Os seis homens tinham proximidade com Anis Amri, homem-bomba tunisiano que, em dezembro de 2016, provocou a morte de 12 pessoas e feriu 48 em um ataque a um mercado de Natal em Berlim. O objetivo do sexteto era vingar a morte de Amri, executado pela polícia de Milão após o atentado na capital alemã.

Não foi o único caso a gerar apreensão na Alemanha no fim de semana. No sábado (7), uma van avançou sobre pedestres em frente a um bar no centro de Münster, cidade com 300 mil habitantes no noroeste alemão. Duas pessoas morreram e 20 foram feridas.

Em estado de alerta após o ataque em Münster na véspera, a polícia de Berlim agiu rapidamente e evitou o ataque na Meia Maratona de Berlim. O principal suspeito detido vinha sendo vigiado pelos policiais havia duas semanas.

O caso ocorrido na Meia Maratona de Berlim aumenta a preocupação de organizadores de majors. No dia 16, Boston recebe uma das maratonas mais importantes dos Estados Unidos. Seis dias depois, milhares de corredores participam da Maratona de Londres.

 

Leia mais

Memórias de uma explosão: a reconstrução da Maratona de Boston

Embaixadinhas, porre histórico e ideia de bar: curiosidades sobre a Maratona de Londres

Mapa do dinheiro: maratonas que melhor pagam seus vencedores

Clube O2

2 Anos de benefícios + Óculos HB Highlander!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!