Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Queniana Brigid Kosgei quebra recorde mundial da maratona após 16 anos

A queniana Brigid Kosgei estabeleceu um novo recorde mundial feminino para a maratona, ao vencer a Maratona de Chicago com o tempo de 2h14min04s, quebrando uma das marcas mais longevas do esportes mundial.

O antigo recorde mundial da maratona era da britânica Paula Radcliffe, que correu para 2h15min25s em 2003. A marca da inglesa permaneceu como melhor da história por 16 anos, até Kosgei superá-la por 81 segundos.

Assim como Paula Radcliffe, Brigid Kosgei correu em Chicago com coelhos, nome dado aos corredores marcadores de ritmo, homens. O fato faz com que existam dois recordes mundiais femininos da maratona: o de Kosgei e o de sua compatriota Mary Keitany, que estabeleceu 2h17min01s em uma largada exclusivamente feminina.

O tempo de Kosgei é tão impressionante para os padrões que algumas de suas adversárias ficaram surpresas com o resultado. Ela venceu a Maratona de Chicago com mais de 6 minutos de vantagem para a segunda colocada, a etíope Ababel Yeshaneh, que fez 2h20min51s. A terceira foi a também etíope Gelete Burka, com 2h20min55s.

“Eu não esperava por isso, mas eu senti que meu corpo foi se movendo, movendo, então resolvi tentar. Isso é incrível para mim”, disse Kosgei.

Leia mais

Como entender os diferentes tipos de tênis de corrida e sua evolução pode ajudar nos treinos

Histórico! Kipchoge quebra a barreira das 2 horas na maratona em Viena

Kosgei faz 21k em 1h04min28s, mas fica sem recorde mundial por causa do percurso

Cherono vence e Mo Farah amarga decepção

Na prova masculina, a Maratona de Chicago foi vencida pelo queniano Lawrence Cherono em uma chegada apertadíssima. Ele terminou a prova em 2h05min45s, com apenas 1 segundo de vantagem para o etíope Dejene Debela e 3 segundos de frente para o também etíope Asefa Mengstu.

A disputa nos metros finais da prova não contou com o britânico Mo Farah, campeão em Chicago em 2018 e uma das estrelas do evento. Ele foi o oitavo colocado com 2h09min58s, seu pior tempo em uma maratona profissional.

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!