Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Três corredores quenianos são flagrados no doping em dez dias

Foto: Divulgação

O queniano Samuel Kalalei, que venceu a Maratona de Atenas em novembro, é o terceiro atleta queniano que viola as regras antidoping em dez dias, informou a Unidade de Integridade do Atletismo.

Kalalei, de 24 anos, foi provisoriamente suspenso pelo órgão por testar positivo para EPO (eritropoietina) no dia 4 de junho. O teste do vencedor da Maratona de Atenas engrossa a lista de escândalos recentes do Quênia quando o assunto é doping.

No fim de julho, o velocista Boniface Mweresa foi dispensado da equipe queniana que disputou o Campeonato Africano de Atletismo depois que uma amostra apontou uma irregularidade em seu corpo. Mweresa alegou que os suplementos que toma são permitidos pela Wada (Agência Mundial Antidopagem), porém a Agência Antidoping do Quênia assegurou que a substância encontrada em seu teste é realmente proibida.

No dia 4 de agosto, Lucy Kabuu, ex-campeã dos Jogos da Commonwealth nos 10 mil metros, foi suspensa por não ter feito o exame de doping. Ela testou positivo para morfina ao vencer a Maratona de Milão.

“É triste que continuemos a perder nossos melhores atletas para o doping. O atletismo do Quênia, obviamente, lamenta esses casos e reitera que os atletas devem estar limpos. Nenhum atleta pode escapar do sistema se estiver enganando”, disse Barnaba Korir, integrante do comitê executivo da Federação Queniana de Atletismo.

 

Leia mais

Livro de repórter do Sportv desvenda segredos dos corredores quenianos

Treinador brasileiro passa um mês treinando com elite queniana. Veja impressões

Da tribo das “mulheres-homens” para o mundo: conheça Jepkosgei, a recordista dos 21 km

 

Em 2016, o Quênia foi advertido antes dos Jogos Olímpicos por violar as regras antidoping, mas foi reintegrado antes do início do maior evento esportivo do planeta.

Luto

Outra notícia triste para o atletismo queniano foi a morte de Nicholas Bett, campeão mundial dos 400 metros com barreiras em Pequim, em 2015. Bett voltava na madrugada desta quarta-feira da Nigéria, onde havia disputado o Campeonato Africano de Atletismo, e perdeu o controle de seu carro em uma estrada na região de Nandi, no oeste do Quênia. O carro caiu em um barranco, segundo informações fornecidas pela Federação Queniana de Atletismo.

Clube O2

Economize ainda mais com o Clube O2

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!