Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Provas se unem e criam as SuperHalfs, as ‘majors’ de 21k

Foto: Reprodução

Quase todos os corredores do mundo sabem que Tóquio, Boston, Londres, Berlim, Chicago e Nova York formam o circuito das maratonas Major, como as mais prestigiadas do calendário. Agora, cinco provas de meia-maratona se uniram para fazer o mesmo com as provas de 21k e elevar seu status. As meias de Valência, Lisboa, Cardiff, Praga e Copenhague formam o circuito das SuperHalfs.

O circuito das SuperHalfs é válido já a partir de 2020. Quem completar as cinco provas em um intervalo de três anos, ganhará uma medalha especial, em uma iniciativa parecida com o circuito das Major Marathons, que dá uma medalha específica a quem completa todos os seus eventos.

“Não é uma chance de ocupar seu lugar no pódio. Mas pela diversão de correr. Pela emoção da viagem. E pela alegria de dizer ‘eu consegui!’”, diz o site da SuperHalfs.

As provas que agora formam o circuito estão entre as mais populares da Europa. Com isso, quase 100 mil pessoas devem correr um dos evento da SuperHalfs já em 2020.  Tirando Cardiff (prata), todos os eventos tem o selo de ouro da Federação Internacional de Atletismo (IAAF).

“A série SuperHalfs é necessária, útil e atende aos objetivos de nossas cidades, corridas e corredores”, disse Paco Borao, presidente da Associação Internacional de Maratonas e Corridas (AIMS).

 

Leia mais

Meia Maratona das Cataratas: beleza encantadora em uma prova nada fácil

Aos 71 anos, atleta quebra recorde mundial de meia maratona com 1h37min

Kosgei faz 21k em 1h04min28s, mas fica sem recorde mundial por causa do percurso

Clube O2

Já garantiu sua Jaqueta do Clube O2?

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!