Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Treinar e não trocar de roupa pode prejudicar a pele

Foto: Shutterstock

Os horários apertados e as dificuldades para conciliar trabalho, família, compromissos do dia a dia e a prática de esportes obrigam muitos atletas a saírem de suas academias sem trocar de roupa. Embora a maior – e talvez única – preocupação dos atletas amadores em relação às camisetas e shorts repletos de suor seja o mau cheiro após os treinos, a questão, segundo os médicos, é mais ampla e pode prejudicar a pele. 

Quem imagina que os problemas por não trocar de roupa se restringem à possibilidade de pegar um resfriado em razão da variação de temperatura está enganado. O suor é capaz de irritar a pele e causar uma dermatite, doença caracterizada pela vermelhidão no corpo e até pelo aparecimento de pequenas bolhas. E não para por aí. Infecções genitais e frieiras são resultados da combinação entre umidade e ambientes quentes.

Confira algumas das doenças quem surgem por passar mais tempo do que o necessário com a roupa suada no corpo:

FRIEIRA
Infecção comum em quem permanece com os pés suados dentro dos calçados ou em quem não se secou corretamente depois do banho, a frieira tem sintomas que incluem rachaduras nos pés, além de coceira e ardor. É contagiosa e se dissemina por meio de pisos, toalhas e roupas.

Optar por tênis com boa ventilação, trocar as meias pelo menos duas vezes ao dia e utilizar chinelos na piscina são alternativas para evitá-las. Um estudo australiano mostrou que a aplicação do óleo de tea tree, que conta com uma série de propriedades antifúngicas, traz inúmeros benefícios ao pé do atleta. O produto pode ser encontrado no Brasil em casas especializada. 

 

Leia mais

7 lesões comuns nos pés de quem corre

Como treinar o psicológico para corridas de longa distância

 

CANDIDÍASE
A infecção surge em mulheres quando o fungo Candida albicans, microorganismo que vive naturalmente na vagina, boca e pele, se multiplica mais do que o normal. “Os ambientes úmidos e o uso de roupa suada durante muito tempo favorecem o aparecimento da candidíase, são ideais para que o fungo se espalhe”, afirma o infectologista Hélio Vasconcellos Lopes.

PITIRÍASE VERSICOLOR
Também provocada por fungos, essa infecção se manifesta por meio de manchas brancas, laranjas, rosas e marrons na pele, o que explica o nome “versicolor”. Os sinais se agravam no clima quente e úmido e somem com as temperaturas mais baixas.

Para não prejudicar a pele, o caminho a ser seguido é tirar a roupa imediatamente, tomar um banho e se secar corretamente. Se algum dos sintomas aqui descritos aparecerem mesmo com os cuidados recomendados, procure um médico. 

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!