Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

Cresce número de maratonistas

As maratonas têm chamado a atenção de cada vez mais gente. No Brasil, apenas em 2013, mais de 12 mil corredores finalizaram nove provas nacionais e cerca de 2 mil fecharam o percurso em competições no exterior, segundo dados da Associação de Treinadores de Corrida. Este ano, o cenário também começa a se mostrar em crescimento. No começo de março, por exemplo, a Maratona do Rio de Janeiro, que rola no dia 26 de julho, abriu mais 500 inscrições para quem quer correr os emblemáticos 42 km na Cidade Maravilhosa, chegando a 8 mil inscritos. Isso representou um aumento de mil atletas em relação ao ano passado. Dado de apenas uma maratona que rola por aqui. Mas será que todos os maratonistas amadores estão, de fato, preparados para a distância?

O treinador e presidente da Associação de Treinadores de Corrida de São Paulo, Nelson Evêncio, traçou o perfil dos corredores brasileiros que se dedicam à distância. Segundo a pesquisa feita em 2014, 72% dos maratonistas canarinhos são homens, 70% dos atletas têm mais de 35 anos, 58% são veteranos e correm há mais de cinco anos e 62% contam com a orientação de um treinador.

Não é porque esses números não param de crescer que você está pronto para apostar nos 42 km. Completar o percurso não é tarefa simples e precisa de planejamento e muito treino, já que o corpo precisa passar por adaptações fisiológicas, fazendo com que você tenha menos riscos de sofrer com lesões e cause menos danos ao seu corpo. Lembre-se que as adaptações fisiológicas são desgastantes e precisam de combustível, em forma de alimentos saudáveis, treinamento equilibrado e descanso suficiente.

Além disso, você ainda tem de passar por uma aprendizagem psicológica para enfrentar a maratona. E isso só se ganha com a repetição das condições de desgaste que você encontrará pela frente ao correr 42 km. O organismo se adapta, o cérebro distribui melhor seus sentimentos durante o percurso e você melhora suas marcas.

Mas como conseguir passar por isso e se dar bem na distância? Treino, paciência, repetição e experiência. Tenha foco e não desrespeite os limites do seu corpo.

Clube O2

Escolha já seu Óculos HB!

Compartilhe por email!