Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Alongamentos antes da corrida: o que não fazer

Foto: Shutterstock

Desde as aulas de educação física na escola, aprendemos a fazer alongamentos para, em tese, evitar lesões. Esse pensamento foi difundido no fim da década de 1960, graças ao Dr. Kenneth Cooper, um dos principais entusiastas da atividade física na história. Sem muito embasamento teórico, ele instruía os atletas a sempre alongarem antes dos exercícios. A ideia ganhou tanta popularidade que até hoje muitos de nós fazemos alongamentos antes da corrida.

Essa filosofia durou por muitos anos, e somente depois dos anos 2000 começaram a surgir estudos científicos sobre a eficácia dos alongamentos. Em sua maioria, eles concordavam que não havia influência dessa prática na prevenção de contusões.

Pelo contrário, se feitos da maneira errada, podem até prejudicar o corredor, como explica o treinador Rodrigo Lobo: “Todos os alongamentos, se forem feitos de maneira intensa e prolongada, podem atrapalhar o rendimento na corrida”.

Quando se “puxa”um músculo, a dor sentida é causada pela ruptura das fibras musculares, que estão se adaptando para ficarem mais flexíveis – uma experiência traumática para o corpo -, e estender essas pequenas lesões por muito tempo pode ser prejudicial.

E isso pode ser especialmente perigoso quando fazemos alongamentos antes da corrida, situação em que os músculos são forçados.

Em alguns músculos é necessário ter atenção especial, como os alongamentos que envolvem extensão da perna e flexão da coluna. Segundo Lobo, eles devem ser feitos de maneira gradativa e com o corpo já aquecido, pois são os mais perigosos quando falamos de possíveis problemas musculares. 

Ainda assim, os alongamentos podem ser benéficos para corredores. Esse tipo de exercício traz um aumento na flexibilidade, o que faz uma diferença positiva em treinos de alta intensidade, além de auxiliar os atletas que têm restrições de mobilidade. Só não devem ser feitos logo antes dos treinos.

De acordo com Lobo, o certo é alternar os dias de corrida com os de alongamento. Antes de começar a correr, o ideal é fazer um aquecimento leve e dinâmico, preparando o corpo para o resto da atividade física.

 

Leia mais

Como a corrida te deixa mais forte psicologicamente

5 exercícios para treinar em qualquer lugar

Bochechar gel de carboidrato: para que serve e quando fazer?

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!