Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Correr em subidas ou descidas: o que mais castiga o corpo?

Foto: Shutterstock

A variação de estímulos é essencial para que o corredor aprimore seu condicionamento físico e fortaleça seus músculos. Por isso, muitos atletas que estão em busca de evolução incluem subidas e descidas em seus treinos. Ao correr em subidas, a impressão é de que o tempo passa mais devagar, enquanto nas descidas o esforço é menor. Sensações à parte, o que é mais desgastante para os músculos: correr em subidas ou descidas?

O tema costuma gerar dúvidas na cabeça de alguns corredores, até porque o gasto energético é maior ao correr em subidas – o que ajuda a explicar o fato de você ficar mais ofegante nesse tipo de percurso. No entanto, os riscos de lesão aumentam quando o atleta está em uma ladeira abaixo.

Segundo Gilberto Coelho, especialista em fisiologia do exercício pela Unifesp, a excentricidade dos trechos de descida faz com que o músculo se alongue e se contraia ao mesmo tempo. Quando o músculo é sobrecarregado e se estica demais, há a ruptura de algumas fibras musculares.

 

Leia mais

Como treinar os braços para correr e por que isso é importante

Análise metabólica, um atalho para atingir objetivos na balança e na corrida

Dicas de Vanderlei e Marílson para quem vai correr os 42k de Floripa

 

“Na subida, o corredor precisa produzir mais energia, mas, do ponto de vista muscular, não vai ter uma região específica com um desgaste maior. O desgaste muscular é maior na descida em razão da ação de produzir energia e frear”, diz Coelho, acrescentando que as articulações também podem ser impactadas.

Para se ter uma ideia, o impacto de correr na descida é três vezes superior ao encarado em um trecho plano. Quanto mais bruscamente o corredor interrompe seu movimento na descida, pior. Toda a carga dessa ação é direcionada aos joelhos. O ideal, portanto, é desacelerar aos poucos, sem movimentos repentinos nesse tipo de trecho.

Para não correr riscos na hora de variar os estímulos e enfrentar subidas e descidas, o atleta deve investir no fortalecimento muscular. Exercícios que simulem as contrações que o músculo pode sofrer ajudam a evitar problemas.

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Economize nas provas e escolha seu frequencímetro!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!