Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Caia na água! 4 exercícios de natação para corredores

Foto: Shutterstock

Muita gente começa a treinar na piscina para variar o estímulo, porque quer fazer triathlon ou simplesmente porque nadar é uma delícia. Mas a natação também pode ser ótima para melhorar a sua corrida! Isso mesmo, na água o impacto é mínimo e a prática fortalece o corpo inteiro, além de mobilizar os músculos e articulações em uma variedade enorme de movimentos diferentes dos da corrida.

A natação para ser usada como recuperação ativa, principalmente depois de provas duras, como uma maratona, por exemplo. “Na natação, você aumenta o volume pulmonar, o que pode ajudar na sua performance como corredor”, explica Rodrigo Lobo, treinador da Lobo Assessoria Esportiva.

Mas os benefícios da natação para corredores vão além de turbinar o sistema cardiovascular, o que melhora a resistência em corridas de longa distância. Respiração, flutuação, ritmo de pernadas e braçadas das quatro modalidades (crawl, costas, peito e borboleta) melhoram a coordenação e a mobilidade também.

 

Veja abaixo 4 exercícios de natação para corredores:

 

Benefícios da natação para corredores

São quatro estilos básicos, que trabalham os diferentes grupos musculares: crawl, peito, costas e borboleta. No nado crawl, trapézio, abdominais, bíceps e quadríceps são bastante trabalhandos nos movimentos de braço e perna. O nado de costas trabalha o peitoral, punho, grande dorsal, músculos interiores das coxas, entre outros. Borboleta (ou golfinho) e o nado peito trabalham músculos das costas, peitoral, core, braços e pernas. 

Quando praticada de forma correta, a natação ajuda no fortalecimento dos músculos e também a emagrecer, fortalece as fibras de contração lenta (mais usadas na corrida) e melhora a circulação dos vasos sanguíneos, o que ajuda na reconstituição muscular das microlesões causadas por esportes de alta intensidade. 

Outrra vantagem da natação para corredores é que ela também trabalha músculos estabilizadores, que são essenciais para o equilíbrio e o alinhamento do corpo. São eles os responsáveis pelo controle de força e energia utilizadas nas passadas durante a corrida. “Intercale um dia de treino de corrida com outro dia de natação. Nadar de duas a quatro vezes por semana é suficiente para os corredores”, sugere Paulo Rennó, treinador de natação. 

Corrida na água

E dá para correr na água também. Conhecido como Deep water running, esse exercício ajuda no fortalecimento e melhora o também beneficia o cardiovascular, já que a força da água é um tipo de resistência natural para as pernas sem impacto nas articulações. 

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Ofertas com até 54% OFF

Compartilhe por email!