Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

5 técnicas de pós-treino para prevenir lesões

Foto: Shutterstock

Para manter o corpo longe das lesões, não basta aquecer antes dos treinos e apostar em fortalecimento e exercícios educativos. O pós-treino é tão importante quanto estas duas etapas. Euclides Junior, treinador de corrida e ciclismo e coordenador da academia Edge Life Sports (SP), enumerou cinco dicas para colocar em prática depois de correr e blindar seu corpo contra lesões. 

Desaquecimento

Depois de um alto gasto energético, o corpo passa a bombear o sangue com muita intensidade. Parar esse fluxo de repente pode trazer várias consequências negativas: “Taquicardia, náusea, tontura, além de resultar na ausência de oxigênio no cérebro que pode levar à perda da consciência”, alerta Junior. Para evitar esses males, o treinador recomenda uma corrida leve, ou caminhada logo depois de finalizado o treinamento. Alongamentos e massagens também são boas alternativas de desaquecimento no pós-treino.

Yoga

Os movimentos dessa técnica originária da Índia podem trazer muitos benefícios aos atletas, como afirma Junior: “Entre eles está a redução do índice de massa corporal (IMC), perda de peso, melhoria dos níveis de colesterol, diminuição da pressão sanguínea e redução da frequência cardíaca”. O yoga ainda ajuda na descontração muscular e é excelente para todos os níveis de atletas por ser uma prática ajustável ao praticante, além de trazer mais consciência corporal e melhorar a respiração. 

Pilates

Focado no controle e estabilização muscular, o pilates é outra vertente interessante para o corredor. O fortalecimento dos músculos centrais do corpo ajuda a melhorar a postura e controlar a mecânica da corrida. Junior adiciona mais uma vantagem – assim como o yoga, a modalidade tem o poder de estimular a respiração: “Não é segredo para ninguém que, durante uma corrida, manter a respiração correta é fundamental, tanto para a performance, quanto para evitar dores e contrações após a prova”, complementa. 

 

Leia mais

Três estratégias físicas e mentais para baixar o seu pace

Melhore sua performance com estes 6 exercícios

Temperatura ideal para correr é mais baixa do que você imagina

 

Treinamento funcional

Uma das tendências fitness dos últimos anos, o treinamento funcional mistura exercícios de musculação com outras práticas esportivas, formando um conjunto de movimentos feitos pelo corpo humano no dia a dia ou durante uma atividade física. Por conta disso, ele ajuda os atletas a trabalharem força, velocidade, resistência, coordenação e flexibilidade simultaneamente. Para melhorar, esse tipo de treino é totalmente democrático: “Uma excelente maneira de preparar um corredor, não importa o estágio de condicionamento e nível de treinamento”, afirma Junior.

Crioterapia: um conhecido pós-treino

Aplicar gelo em dores musculares não é nenhuma novidade, mas a crioterapia leva essa técnica a outro nível: a imersão das pernas em água geladíssima. “O frio nos membros inferiores causa o que chamamos de vasoconstrição, que auxilia no controle do processo inflamatório originado pelas microlesões musculares e ajuda a evitar lesões após o treinamento”, explica Junior. Mas tome cuidado, a temperatura deve ficar perto dos 8ºC, e o banho de gelo não deve passar dos 12 minutos para evitar queimaduras na pele.

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Economize nas provas e escolha seu frequencímetro!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!