Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

Pego no doping, medalhista do CrossFit Games 2017 é desclassificado

Terceiro colocado na principal categoria masculina do CrossFit Games 2017, Rick Garard testou positivo para substâncias anabólicas para melhorar seu rendimento e perdeu a medalha de bronze conquistada na competição.

O australiano de 23 anos perde não só o posto de terceiro atleta mais bem condicionado do mundo como também o prêmio de US$ 76 mil que teria direito pela colocação no pódio e por vitórias em duas provas da competição. Em nota oficial, Rick Garard pediu desculpas e disse que “está com o coração partido”.

Quem assumiu a medalha de bronze foi Patrick Vellner, terceiro colocado também no CrossFit Games 2016. Rick Garard está suspenso de qualquer competição da organização até a temporada de 2021. Com isso, não deve participar do CrossFit Invitational, uma espécie de All-Star da modalidade que acontece ainda este ano.

 

Leia mais

Veja 5 fotos de homens atletas antes e depois do crossfit

Veja 5 fotos de mulheres atletas antes e depois do crossfit

Lucas Lucco: "encontrei no crossfit tudo o que eu procurava"

 

A amostra coletada de Rick Garard após a competição testou positivo para testolone e endurobol, anabolizantes proibidos para atletas da competição. A CrossFit Inc. reitera que não há tolerância em nenhum caso para uso de substâncias proibidas que melhoram a performance.

“O CrossFit Games nunca teve um atleta individual da categoria principal pego no doping até esse caso”, disse o General Manager da organização Justin Bergh. A CrossFit Inc. realizou testes em todos os atletas que chegaram ao pódio e outros selecionados aleatoriamente, além de outros testes realizados durante a temporada.

Além de Rick Garard, Tony Turski, atleta master de 56 anos medalhista de prata na sua categoria e Josée Sarda, campeã na categoria 50-54 anos, também testaram positivo e foram suspensos.

CONFIRA A NOTA OFICIAL DE RICK GARARD

“Como vocês puderam acompanhar, meu mundo desabou, meu coração está partido e é muito difícil compreender porque eu estou nessa posição.

Na trajetória para me tornar o melhor que poderia como atleta de crossfit, eu obviamente segui as regras e os limites à risca. Pesquisei, examinei e estava desposto a seguir maneiras de melhorar o meu rendimento sem qualquer intenção de ser uma fraude.

Eu estava tomando os mesmos suplementos que tomei durante os Regionais. Portanto, eu não senti nenhuma alteração, senti que estava competindo dentro das regras e sem nenhuma vantagem injusta sobre os outros.

Depois de tantas outras pesquisas e testes mais específicos foi revelado que a minha pesquisa falhou e eu testei positivo no doping. Que fique claro que esses suplementos foram tomados em forma de comprimido, nada injetável.

Todos na vida cometem erros, como você lida com eles é que separa o grande do medíocre. Essas ações não me definem.

São as lições e o crescimento do meu caráter que me importam. Com o tempo eu entenderei que essa foi a melhor coisa que aconteceu comigo. Eu queria o título, queria ganhar e estava disposto a fazer tudo pelo meu objetivo. Nem por um segundo você deve tirar o mérito do meu trabalho duro, sacrifício e dedicação.

Por fim, estou fora do CrossFit Games. Eles tem regras e diretrizes a serem seguidas. Eu involuntariamente “me ferrei”, eles têm provas que me tornam culpado e eu vou arcar com as consequências dia após dia pelo resto da minha vida.

Eu realmente espero que o CrossFit Games continue aperfeiçoando seu procedimento de teste, exigindo o mesmo nível de rigor para todos os outros atletas como foi comigo, tornando o esporte justo e livre de drogas.

É duro estar na posição de culpado quando você sabe e já viu outros atletas no esporte burlando o sistema e se safando, arruinando a integridade do esporte.

Eu vou aprender muito sobre mim, limpar minhas lágrimas e ser responsável por cada decisão que tomar na minha vida. Afinal, isso que significa ser homem.

Preciso lembrar que, as vezes, a vida parece estar te destruindo quando na verdade está te salvando, e só o tempo revelará do que isso me salvou.

As pessoas vão me odiar, mas tudo bem. Elas tem o direito de expressar suas opiniões para o mundo. Eu vou focar e lidar com o que está dentro do meu alcance. Essa novidade é forte, é real, mas eu preciso seguir em frente.

Peço desculpas a todas as pessoas que eu tenha afetado pessoalmente e a todos que estão compartilhando da minha dor. Eu acredito que as pessoas próximas irão me entender, serão leais e estarão aqui para me apoiar.

Agora estou entendendo que nada será dado para mim nessa vida, eu sei como ganhar do jeito difícil e farei o que por preciso para seguir em frente.

Rick Garard.”

Calendário

Encontre um evento perto de você!

Clube O2

Garanta já sua Mochila de Hidratação!

Compartilhe por email!