Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Escolha o tapete de yoga ideal para você e saiba como conservá-lo

Foto: Shutterstock

Também conhecido como “mat”, o tapete de yoga serve de apoio para executar as posições durante a aula e é um item indispensável para o praticante.

Como seu uso é pessoal, alguns pontos são importantes para sua escolha. Todo seu corpo entrará em contato com a superfície — rosto, cotovelos, pés e joelhos, principalmente.

Por isso, o tapete de yoga não pode ser muito fino e deve ter a altura aproximada do praticante. Pés e cabeça não devem ficar para fora.

“Observe a densidade, o tamanho, a facilidade de higienização e a praticidade para carregar”, recomenda o professor de yoga Matheus Midea Netto, da Bodytech Indianópolis.

Os valores variam de acordo com os materiais e densidades. O melhor, no geral, é optar por materiais emborrachados que dão mais segurança ao praticante e são mais fáceis de limpar.

“Normalmente, os tapes de yoga usados em salas de aula são de EVA. Enquanto que os usados nos gramados são preferencialmente atoalhados, que são mais práticos para limpar”, explica o professor.

Há ainda os que são feitos com juta ou outros materiais de secagem rápida ou impermeáveis, mais recomendados para estilos vigorosos de yoga, como o Ashtanga Vinyasa.

Caso seus joelhos sejam sensíveis, quanto mais espesso for o tapete, melhor. Há muitas posturas (asanas) de yoga que exigem que o aluno fique de joelhos ou com os cotovelos no chão. Apesar de serem mais confortáveis, também são mais pesados por causa dessa característica.


Leia mais

Acroyoga pode ser considerado um estilo de yoga? Veja diferenças

Entenda como melhorar seu rendimento e qual é a hora certa para trocar de treino

Faixa elástica: treino para definir o corpo


Netto também explica que, se o praticante escolher fazer as aulas em casa, o tapete poderá ser de um tamanho maior. “Ele não terá o trabalho de levar o tapete para outros locais. Nesse caso, o ideal é escolher os tapetes de 2 m x 1 m”.

Como higienizar o tapete de yoga

É preciso sempre limpá-lo com álcool após a prática. Para evitar o mau cheiro, a limpeza deve acontecer preferencialmente no sol.

Como o tapete está em constante contato com os pés descalços, procure sempre produtos antissépticos e antifúngicos. Dessa forma, as chances de desenvolver fungos e doenças, como uma micose, são menores.

“Doenças de pele podem ser transmitidas pela falta de higienização dos tapetes, principalmente as micoses”, explica Emily Alvernaz, médica da Clínica Goa. “O ambiente do tapete também é campo de cultura para vírus e bactérias responsáveis por infecções das vias aéreas”.

É recomendado que se faça a limpeza uma vez por semana, quando o tapete é utilizado em ambientes fechados, e logo após o uso caso tenha sido usado em ambientes externos.

Para evitar o desgaste do material, evite detergentes químicos.

*Fontes: Emily Alvernaz, médica especializada em Dermatologia e Cirurgia Estética; Matheus Midea Netto, professor de yoga da Bodytech Indianópolis.

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!