Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Musculação ou aeróbio: o que é melhor para perder peso?

Foto: Shutterstock

Quando o assunto é perder peso, esta dúvida é bem comum. O que podemos fazer para render o treino e conquistar esse objetivo?

Muita gente acha que só correr na esteira ou fazer outro tipo de exercício aeróbio é o suficiente para perder peso. O motivo dessa crença é que sempre é ensinado que o treino aeróbio de intensidade baixa ou moderada é o ideal para emagrecimento, pois utiliza a gordura como fonte de energia. Será?

Para responder a essa pergunta, o Ativo consultou a professora Carolina Adriano, da Competition Training Gym. Confira:

 

O que funciona melhor para perder peso?

Segundo Carolina, o melhor é tirar proveito das duas atividades, porque os benefícios vão além de perder peso. O aeróbio, por exemplo, melhora o condicionamento cardiorrespiratório, dando mais fôlego e resistência para a corrida e outras atividades.

“A musculação também tem um papel importante no processo de emagrecimento. Com ela, aumentamos a massa magra, que consome mais energia para sua manutenção. Ou seja, você queima mais calorias para isso”, explica.

Sem falar que o corpo continua gastando energia horas após o treino para se recuperar dos estímulos causados pelo exercício. E sabe aquela história de que corredor precisa fazer força fora do asfalto e da esteira?

“Treinos de fortalecimento como a musculação previnem e evitam lesões, principalmente em atividades aeróbias mais intensas e de alto impacto”, ressalta Carolina.

Tanto no aeróbio quanto no treino de força, o que faz a diferença no resultado é a intensidade aplicada ao exercício. “Um treino de musculação bem orientado e na intensidade correta pode ser mais intenso e até provocar um gasto calórico maior que um treino aeróbio”, afirma a professora da Competition.

 

Leia mais

Cansaço excessivo e perda de rendimento? Veja uma possível causa

Tudo sobre proteínas: alimentos, quanto consumir e outras dicas

Creatina: os benefícios e as polêmicas que envolvem o seu uso

 

HIITs são uma boa opção

Os treinos de alta intensidade (HIIT) que combinam aeróbio e fortalecimento são curtos e eficazes, pois levam o corpo ao limite, aceleram o metabolismo e queimam muitas calorias durante e depois do exercício. Porém, exigem cuidado do praticante.

“Precisa respeitar o que chamamos de interdependência. Se o volume do treino for alto, a carga deve ser moderada ou baixa e vice-versa”, ensina Carolina. “A intensidade do treino é determinada ou pelo volume ou pela carga, nunca os dois juntos. Isso é válido tanto para treino aeróbio quanto para musculação”, completa.

E finaliza com uma dica valiosa: “Você pode fazer o melhor treino que puder. Mas sem uma boa e devida orientação alimentar não conseguirá emagrecer como gostaria”.

Clube O2

Clube O2 + Tênis Saucony!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!