Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Sofre com os intervalados? Ouvir música pode ser a solução

Foto: Shutterstock

Os treinos intervalados de alta intensidade (HIIT) passaram a integrar a rotina de muitas academias. Mas, como o nome diz, são de alta intensidade. Por isso, podem ser desagradáveis para algumas pessoas. A boa notícia é que ouvir música pode fazer a experiência ficar mais prazerosa.

A conclusão é de um estudo feito pela Universidade McMaster, do Canadá, que analisou a percepção de esforço de atletas durante os famosos HIIT. O aumento da sensação de prazer durante a realização da atividade também fez os voluntários se dizerem mais dispostos a repetir este tipo de treinamento no futuro.

Em uma escala de 1 a 7, os voluntários da pesquisa deram, em média, nota 5 aos treinos intervalados quando não ouviram música. Quando suas faixas favoritas estavam ecoando ao longo da atividade, essa nota subiu para quase 6. O acompanhamento da trilha também fez os atletas afirmarem ter mais intenção de repetir este tipo de treino, que aposta em sessões fortes de treinamento, mas de curta duração.

“Para pessoas ocupadas que estão relutantes em fazer treinos intervalados de alta intensidade, essa pesquisa mostra que elas podem realmente gostar deles”, afirma um dos líderes da pesquisa, Matthew Stork.

 

Leia mais

Cinco provas perfeitas para quem ama corrida e música

As músicas que não podem faltar nos treinos dos atletas

Dicas para pedalar ouvindo música com segurança

 

A pesquisa canadense contou com 20 jovens fisicamente ativos e sem experiência prévia em intervalados. Depois de 2 minutos de aquecimento na bicicleta ergométrica, fizeram quatro sessões de 30 segundos de atividade com o máximo de rendimento possível, com 4 minutos de intervalo entre cada.

Os voluntários se submeteram a essa rotina duas vezes. Uma com música e outra sem, para avaliar a diferença entre elas, e relataram a maior sensação de prazer com a trilha sonora. Segundo os autores da pesquisa, a escolha das faixas foi livre, mas a maioria dos participantes escolheu naturalmente músicas rápidas e com tempos elevados.

A conclusão da pesquisa conduzida no Canadá é especialmente animadora porque muitos especialistas relutam em adotar os treinos intervalados de alta intensidade, com medo de que a sensação extrema de cansaço, a longo prazo, desestimule os alunos a praticar atividade física.

“Há muita discussão sobre como podemos tirar as pessoas do sofá e fazê-las praticar o mínimo de exercício necessário. O uso de HIIT pode ser uma opção viável para combater a inatividade, mas ainda existe essa preocupação de que as pessoas possam achar desagradável e isso acabar afastando as pessoas no futuro”, avalia Kathleen Martin Ginis, professora da Universidade de British Columbia.

O fone de ouvido Jaybird X3 foi desenhado para a prática esportiva. Sem fio e com alta qualidade de som, é resistente ao suor não importa o quão forte seja a sua sessão de treinamentos.

Clube O2

Escolha já seu Frequencímetro!

Compartilhe por email!