Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Atleta nada mais de 100 km carregando tronco de árvore

Foto: Divulgação

É totalmente comum dizer que, no esporte, a meta é ultrapassar os seus limites físicos e evoluir cada vez mais. Para o americano Ross Edgley, esse ideal é quase um mantra. Aos 32 anos, ele acumula feitos incríveis como percorrer a distância de uma maratona enquanto puxa um carro. Sua nova façanha parece roteiro de filme: ele nadou mais de 100 km entre Santa Lúcia e Martinica – águas infestadas de tubarões e águas vivas -, e tudo isso carregando um tronco de madeira de 45 kg nas costas.

O desafio foi finalizado em “apenas” 31h24min, em quedas na água separadas de 61km e 41km. Apesar da enorme provação física, alguns momentos da aventura ficarão na memória de Edgley, como ser acompanhado por um golfinho durante 5 km ou presenciar peixes voadores pulando por cima do tronco que carregava. Nadar durante três horas sem sair do lugar por conta da corrente, no entanto, não deve ser lembrado com muito carinho pelo atleta.

A ideia de Ross Edgley surgiu após fazer um triathlon carregando uma árvore, na Ilha de Nevis, para trazer atenção ao projeto local de se tornar a primeira ilha livre de emissões de carbono em 2020. Depois de cumprir com as burocracias para poder transitar nas águas abertas, ele precisava enfrentar seu maior adversário, o próprio corpo.

Um cientista do esporte disse que seu corpo não era nada apropriado para a natação, e o aconselhou a perder massa muscular. Experiente, Edgley não seguiu a dica pois sabia que precisaria de força enquanto levava o tronco.

 

Leia mais

Austríaco pedala 941 km em 24 horas e quebra recorde mundial

Conheça a Big Backyard Ultra, a prova que não acaba nunca

Yuki Kawauchi: o melhor maratonista amador do mundo

 

“Eu não estava tentando ser um golfinho ou um tubarão. Queria ser mais como uma baleia”, disse o atleta. Para isso, ele se submeteu a uma dieta com mais de 15.000 calorias diárias: “É como uma janta de Natal que você comeu muito e depois fica no sofá sem conseguir se mexer. Agora imagine isso com uma árvore sobre você no mar do Caribe”, explicou.

Nos seus treinos, ele chegava a colocar alguns “lanchinhos” como frutas, chocolate e pudim de arroz, em cada ponta da piscina, para se reabastecer a cada quilômetro e estar preparado para o desafio de nadar carregando um tronco.

Parte de uma série online da RedBull chamada Strongman Swimming (Mergulho de Homens Fortes, em tradução livre), o desafio entra numa longa lista de demonstrações de resistência na vida de Edgley. Ele também é conhecido por correr 30 maratonas em 30 dias, e escalar uma corda repetidamente até alcançar a altura do Monte Everest.

Em seu site oficial, ele afirma que seus objetivos sempre serão testar os limites da capacidade física humana e arrecadar fundos para instituições de caridade.

Calendário

Encontre um evento de natação perto de você!

Compartilhe por email!