Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Dicas para encarar a Fuga das Ilhas

Foto: Adam Tavares

Vai participar da tradicional prova da Fuga das Ilhas, que acontece no dia 11 de dezembro, na Barra do Sahy, em São Sebastião? Juntamente com Danilo Zoppi, personal trainer e técnico da assessoria Zoppi Sports, separamos algumas dicas para você aproveitar o máximo do período de treinamento e não ter problemas na prova. Confira:

Por onde começar?
Para encarar a Fuga das Ilhas, é interessante que os iniciantes comecem a treinar com pelo menos 12 semanas de antecedência. Consideramos “iniciante” o grupo que consegue nadar crawl já de forma satisfatória. Se você ainda não chegou nesse ponto, Zoppi aconselha que cada um siga seu ritmo de aprendizagem e inicie os treinos de planilhas quando conseguir completar pelo menos 400m de crawl sem parar.

Duração do treino
O professor avisa que embora a Fuga não tenha uma distância muito grande (são 1.500m de travessia), um treino por semana não é indicado. “É necessário que o atleta mantenha uma resistência suficiente para completar esses 1.500m de forma satisfatória, evitando sustos no meio da prova. Realize uma média de 3 treinos por semana para ter uma boa evolução”.

Descanso
Esse fator é o principal em qualquer programa de treinamento: é necessário respeitar o limite do seu corpo. “Descanse de 12 a 36 horas entre cada sessão de treino. Partindo por esse princípio, o ideal é que esse treino seja realizado de segunda, quarta e sexta-feira, ou de terça, quinta e sábado, para que dessa forma, além de manter os descansos adequados entre os treinos, o atleta não perca tanta sensibilidade na água, uma vez que ficará no máximo 2 dias sem treino”, argumenta Zoppi.

Fortalecimento
Fazer fortalecimento muscular não é obrigatório para a realização de provas como essa, mas é altamente recomendado. “É importante deixar claro que o profissional que vai te acompanhar deve estar ciente de seu objetivo, que é nadar a Fuga das Ilhas”, alerta o treinador.

Ritmo
Preserve sua energia para o fim da prova. Como você vai encarar correntes laterais, ondas, aglomeração de atletas, entre outros desafios, será necessário ter muita energia reservada. “Procure sair em ritmo mais fraco e faça uma prova progressiva. Durante a largada, evite sair na frente ou no meio do bolo, opte pelas bordas para não se machucar. Quando você conseguir avistar a chegada, aí, sim, será o momento de iniciar uma natação mais forte, buscando um fim mais rígido”, indica Zoppi.

Planilha
Dica final do professor Danilo Zoppi: se no início dos treinamentos você estiver se sentindo muito cansado, diminua a metragem das séries principais e retorne ao planejado na quarta semana. E boa prova!

 

Leia mais

Cuidados ao nadar em águas abertas no frio

Maratona aquática: dicas de treinamento

Natação: cãibras em águas abertas

Calendário

Encontre um evento de natação perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!