Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Nado crawl: ganhe eficiência com a cabeça

Ao nadar, temos que prestar a atenção na postura do corpo e na sincronia dos movimentos envolvidos na técnica. Cada detalhe é de extrema importância para um bom desempenho, seja a braçada, a pernada ou até mesmo a posição da cabeça, fator que muitos não dão a devida importância, mas influencia diretamente no desempenho no nado crawl.

Isso porque a postura da cabeça interfere diretamente na flutuação do corpo e hidrodinâmica do movimento, podendo contribuir para que o nadador deslize mais facilmente sobre a superfície ou crie uma maior área de resistência contra a água.

“É como se o próprio corpo criasse uma barreira contrária à direção do movimento”, explica Caio Caneda, professor unidade Anália Franco da Cia Athletica (SP) e um dos treinadores da seleção brasileira juvenil de natação, que a seguir dá algumas dicas de como acertar a postura da cabeça no nado crawl.

Mantenha o alinhamento – basicamente, a cabeça deve estar alinhada com o restante do corpo. Se estiver muito baixa em relação ao tronco, criará maior resistência contra a água no deslocamento. Se estiver muito alta, irá dificultar a manutenção do alinhamento e flutuação do tronco durante o nado, o que também acabará criando um maior arrasto.

Para onde você olha? – o direcionamento do olhar diz muito sobre a posição da cabeça. Se você estiver mirando a borda da piscina, por exemplo, provavelmente sua cabeça estará muito alta. Procure manter o olhar em linha reta para o fundo da piscina, seguindo a faixa da raia.

 

Leia mais

Respirar no final da prova ou não: eis a questão

Dicas para nadar sozinho e evoluir

Nade sem ter medo do mar

 

Respiração lateral – nessa hora, o ideal é que o alinhamento em relação ao restante do corpo seja alterado o mínimo possível. Para isso, não levante ou tire a cabeça da água para respirar. Mantenha-a na superfície e gire o pescoço lateralmente até que sua boca esteja fora da água o suficiente para aspirar o ar.

Evite excesso de tensão – na tentativa de manter a cabeça alinhada com o tronco, muita gente acaba tensionando demais o pescoço, o que pode causar dores com a frequência. Por isso procure manter a cabeça na posição correta mas de uma forma relaxada, que seja eficiente e confortável.

Análise do nado – como você não consegue se ver durante o nado, é importante ter um feedback do seu treinador/professor, que pode inclusive gravar o seu nado para depois lhe mostrar o que há de errado com a postura da sua cabeça. Visualizando o problema, fica mais fácil corrigi-lo.

Treino com snorkel – este é um educativo muito indicado para trabalhar o alinhamento da cabeça com o corpo durante o nado. Com o auxílio do snorkel, você não precisa se preocupar com a respiração lateral e pode focar na posição correta da cabeça.

(Fonte: Caio Caneda, professor unidade Anália Franco da Cia Athletica)

Calendário

Encontre um evento de natação perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!