Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Para ter a natação como aliada à saúde

Além de trabalhar a resistência, flexibilidade e força do corpo, a natação é um dos esportes que mais auxiliam as pessoas que sofrem de problemas respiratórios. Isso acontece porque os exercícios realizados na piscina ajudam a aumentar a entrada de ar nas vias respiratórias por causa da maior umidade relativa do ar. Além disso, a água funciona como um vasodilatador, que facilita a circulação sanguínea e o trabalho do coração.

A atividade aeróbica exigida durante o treino de natação aumenta a resistência do coração e do pulmão por trabalhar os músculos respiratórios, como o diafragma e os músculos intercostais.

Outros Benefícios
Por ser praticada dentro d’água, a natação tem uma vantagem evidente: você sente menos o seu próprio peso e não cansa tão rápido. Como ela auxilia no relaxamento, alivia o estresse e diminui a tensão, atua, também, na recuperação de lesões e é um ótimo trabalho no tratamento de problemas respiratórios, como a asma e bronquite.

Com a natação, existe uma amenização e prevenção dos problemas respiratórios, pois ela auxilia na expansibilidade dos pulmões e no desenvolvimento da musculatura respiratória. Além disso, ajuda no desenvolvimento físico e mental, melhora o condicionamento através da estimulação dos sistemas cardiovascular e respiratório e propicia uma simetria de movimentos entre braços e pernas.

Aquecimento e alongamento
Antes de cair na água, é essencial que você aqueça o seu corpo, para garantir um melhor desempenho durante o exercício. Sem um aquecimento adequado e um alongamento bem feito, o seu corpo pode rejeitar o exercício, o que ocasionará em lesões e dificuldades respiratórias.

Há duas maneiras ideais para você preparar os músculos da respiração, antes do treino. O primeiro é bem simples: você precisa relaxar o pescoço e os ombros e, depois, inspirar e respirar pela boca; no segundo é necessário deitar com as costas no chão, flexionar as pernas, colocar uma mão na barriga e outra em cima da caixa torácica e, depois, inspirar profundamente.

Hora de diminuir o ritmo
Durante o treino, sintomas como dores no peito, enjoo, fraqueza e queda brusca de pressão são sinais de que você deve diminuir o ritmo imediatamente. Se você possui algum problema respiratório ou lesão, só deve começar a praticar a natação (ou qualquer outra atividade aeróbica), quando indicada por seu pneumologista ou por seu treinador. Esses profissionais sabem qual é o seu limite fisiológico.

Problemas crônicos
Além dos problemas respiratórios, a natação é bastante indicada para problemas de coluna e problemas cardíacos. Por não ter impacto, é um relaxante natural, capaz de trabalhar a coordenação motora, fortalecer os músculos e melhorar a flexibilidade. Pode ajudar, inclusive, pessoas com algum trauma de infância ou, até mesmo, na fase adulta e, por causa do medo e do pânico. ficaram um pouco mais introvertidas, com dificuldades de sociabilização e autoestima baixa.

(Fonte: Silvio Campioni, professor da Cia Athletica – Unidade Anália Franco – SP)

Calendário

Encontre um evento de natação perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!