Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Seu peixinho dentro d’água

Considerada um esporte completo e acessível para pessoas de diversas idades, a natação pode contar com fatores positivos para quem quer começar a praticar uma atividade física. Quem se beneficia bastante com a escolha são as crianças, que tiram vantagem da modalidade, já que há um baixo impacto na estrutura óssea e eficaz para o condicionamento físico.

Para os pequenos, além de se tornar prazeroso, ainda estimula o sistema cardiovascular, melhora o sono e ajuda a evitar doenças relacionadas ao sistema respiratório. Colaborando também para uma adaptação a água e a coordenação motora.

Para André Pedrinelli, ortopedista e traumatologista especializado em medicina esportiva, o principal benefício em praticar natação desde cedo é despertar na criança o prazer pelo esporte. “Dois terços das crianças que praticam esporte serão adultos saudáveis”, diz Pedrinelli. Quando a criança inicia ainda bebê, a prática da natação acontece muitas vezes ao lado dos pais, o que aumenta os laços entre os familiares em conviver com as adversidades.

Denominado um esporte individual, a natação exige dedicação, concentração e ensina que os resultados dependem do que foi feito no dia a dia dos treinos. Dessa forma, quando for refletir sobre os fatores que influenciaram no seu desempenho, a criança pode olhar pra trás e aprender com seus atos.

Cuidados
Antes de escolher a escola ideal para o seu filho:

– Certifique-se de que os profissionais estão habilitados pelo Conselho Regional de Educação Física (CREF);

– Confira não só a piscina da escola, mas também o vestiário. As dependências do local devem estar sempre higienizados e organizados;

– Verifique as condições da água.

Fases do aprendizado

0 a 5 anos – treinamento lúdico, brincadeiras e adaptação ao meio aquático. Como não tem memória antiga, o cérebro da criança está mais apto a aprender novidades.

6 a 8 – aperfeiçoar as técnicas dos movimentos; auxilia no desenvolvimento da coordenação motora.

9 a 11 – participar de festivais de natação sem o caráter competitivo. Com o domínio dos quatro estilos (crawl, peito, costas e borboleta), pode iniciar o trabalho de saídas, viradas e aumentar o volume de treino.

12 a 15 – já podem competir com mais intensidade e em torneios de âmbito regional e nacional. O trabalho pode ser complementado com exercícios fora d’água e suplementos nutricionais.

 

Calendário

Encontre um evento de natação perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!