Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Técnicas de natação: nado Crawl (ou livre) para iniciantes

Utilizado no triathlon e em provas de natação em águas abertas, como as maratonas aquáticas, o nado de Crawl é, geralmente, o primeiro estilo que os nadadores aprendem, o mais veloz e trabalha diversos grupos musculares.

“Há várias diferenças entre as técnicas. O estilo costa é, praticamente, um nado de crawl invertido, enquanto os estilos peito e borboleta diferem no movimento de pernas e braços”, segundo o treinador Daniel Costa, da assessoria esportiva Trilopez (SP).

O treinador diz que os movimentos do nado devem ser bem sincronizados. Enquanto as pernas alternam chutes com leve flexão dos joelhos, os braços executam as fases submersas e aéreas. “Embaixo da água, o movimento dos braços deve parecer uma letra S, e eles precisam estar sempre perto do corpo. Já fora da água, os cotovelos devem flexionar e sair um pouco antes das mãos”, explica.

Para aprimorar a técnica do Crawl,  veja algumas maneiras de corrigir os movimentos:

  • Nadar utilizando apenas um braço, enquanto o outro permanece estendido;
  • Forçar a flexão do cotovelo;
  • Nadar com o flutuador para deixar as pernas boiando enquanto se concentra no movimento dos braços.

 

Leia mais

9 principais benefícios da natação

Respirar no final da prova ou não: eis a questão

Dicas para nadar sozinho e evoluir

 

Lopez ainda sugere filmar a execução dos exercícios para ter uma percepção melhor do que precisa mudar.

Outro ponto importante para não “boiar” durante a prática da natação é a respiração. E no estilo crawl ela é feita lateralmente. “O nadador pode utilizar a técnica de 2×1 (duas braçadas e uma respiração) ou 3×1 (três braçadas e uma respiração). Há grandes atletas que utilizam as duas formas”, ensina Lopez.

Calendário

Encontre um evento de natação perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!