Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Vitaminas, proteínas e antioxidantes: conheça os benefícios do brócolis

Foto: Istock

O brócolis parece uma árvore em miniatura e é um dos vegetais mais falados quando o assunto é alimentação saudável. Ele é conhecido pelas poucas calorias, mas  diversos estudos apontam que os benefícios do brócolis vão muito além. 

Poderoso antioxidante, este alimento pode ajudar a prevenir o câncer, combater o colesterol, melhorar a contração muscular e aumentar a imunidade. 

Benefícios do brócolis

O brócolis é considerado um alimento funcional pela combinação de nutrientes que carrega. Sua cor verde escura indica alto conteúdo de carotenoides e outros pigmentos com qualidades antioxidantes e anti-inflamatórias (isotiocianatos, flavonoides, carotenoides e, principalmente, sulforafano).

A ação deles é principalmente contra os radicais livres, que aceleram o envelhecimento precoce. O sulforafano, o principal deles, é alvo de diversos estudos por seus ditos “poderes” de destruir células cancerígenas. 

Mas os benefícios do brócolis vão além. As vitaminas A, B, C, E e K turbinam a imunidade e previnem doenças cardiovasculares. O vegetal ainda é rico em fibras. “Ele também é bom para aumentar a imunidade e ajudar na contração muscular por conter cálcio e magnésio na composição”, explica a nutricionista esportiva Priscila Arcanjo. 

Mais cálcio que o leite

Um dos principais benefícios do brócolis é, justamente, a alta quantidade de cálcio por porção. Dependendo do tipo, cada 100g pode ter até cinco vezes mais cálcio do que a mesma quantidade de leite. 

Proteína vegetal

Quem busca fontes de proteína que não sejam de origem animal tem neste vegetal uma ótima alternativa. Cada 100 gramas de brócolis, tem 2,8 gramas de proteína. O brócolis ainda é uma excelente fonte de cromo — que ajuda a regular a insulina e o açúcar no sangue.

Os diferentes tipos de brócolis

No Brasil, é comum encontrar dois tipos de brócolis, o ninja, aquele que tem o maço redondo e denso, e o brócolis japonês, em que as flores ficam mais separadas uma das outras. Os dois podem ser preparados das mesmas maneiras, mas o modo mais indicado é  cozinhá-los no vapor ou com pouca água, para preservar os nutrientes e o sabor.

Quem não deve comer muito brócolis

Como tudo na vida, equilíbrio e moderação são a chave. E no caso do brócolis isso é ainda mais importante para quem tem alterações na tireoide. O consumo excessivo dele e de outros alimentos da família das crucíferas, como couve, repolho, couve-flor e agrião, pode interferir no processo de funcionamento dessa importante glândula.

“Se você tem problemas de tireoide não deve comer brócolis todos os dias. Nestes casos, ele bloqueia a utilização e absorção do iodo, o que retém a atividade da glândula tireoide”, explica a nutricionista. 

Receita para aproveitar os benefícios do brócolis

A melhor pedida para quem torce o nariz quando o assunto é brócolis é inseri-lo no suco verde. Com o vegetal cru, não se perdem os nutrientes e é possível mascarar seu sabor em meio aos outros ingredientes.

Suco verde 

Ingredientes

  • ½ copo de água
  • 3 flores de brócolis
  • 3 folhas de couve
  • 2 laranjas
  • 1 colher de sopa de linhaça

Modo de Preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e consuma imediatamente. 

 

Leia mais

Pulse foods: a vez das proteínas vegetais

Alimentos ricos em proteína para substituir a carne

Lista: 10 alimentos que são mesmo superfoods

 

 

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!