Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Caldo de cana: uma boa fonte nutricional para atletas

Foto: Reprodução/Shutterstock

O popularíssimo caldo de cana é comumente relacionado a grandes quantidades de calorias, ainda mais quando está acompanhado de um pastel, seu fiel escudeiro. Entretanto, ao contrário do que é amplamente falado a seu respeito, esse tipo de suco não é composto apenas por açúcares como glicose, frutose e sacarose.

Minerais como ferro, cálcio, potássio, magnésio e fósforo também estão presentes em sua composição. Além disso, vitaminas A, C e do complexo B também estão na lista, juntamente de proteínas e ácidos graxos, o que pode fazer dele um grande aliado dos atletas.

Retardo do envelhecimento

Outros importantes componentes presentes na cana são os ácidos clorogênico e cumárico, além dos flavonoides, todos com importante ação antioxidante. Eles contribuem na neutralização dos radicais livres em nosso organismo, desacelerando o desgaste celular e prevenindo doenças como o Mal de Parkinson e Alzheimer.

“O caldo de cana é um excelente repositor de energia, pois ao consumi-lo aumentamos muito nosso índice glicêmico. Além disso, é uma boa fonte de vitaminas e minerais, com ações anti-inflamatórias e antioxidantes.” diz  Bruno Takatsu, nutrólogo da ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia).

Efeito do caldo de cana em atletas

Um estudo realizado pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) usou a garapa para matar a sede de jogadores de futebol Ponte Preta (SP) e da Caldense (MG). Foi constatada uma melhora na performance desses atletas e manutenção de suas massas musculares, simultaneamente.

Esse resultado seria explicado pela eficiência do caldo de cana na reposição de carboidratos armazenados nos músculos em forma de glicogênio, essencial fonte de energia durante a prática de exercícios físicos.

garapa caldo de cana

 

Leia mais

Caldo de ossos: nova moda nos EUA

7 alimentos que dão (mais) energia

Alternativas para a hidratação

Sem exageros

É importante ressaltar que a garapa é, inquestionavelmente, um alimento doce. Segundo o nutrólogo Bruno Takatsu, uma porção de 150 ml tem 30g de açúcar/carboidrato. “É muito calórico, cerca de 180 kcal nessa porção”.

Assim, pessoas obesas ou acima do peso devem consumi-la de forma moderada. Aliás, diabéticos e pré-diabéticos também devem evitá-la, uma vez que sua ingestão ocasiona picos glicêmicos elevados.

“Eu sempre indico o uso para quem faz exercício físico intenso. Para quem faz atividades leves não é muito indicado. Logo, deve ser consumida uma pequena porção com intuito de repor o estoque de glicogênio. Não recomendo uso diário.” completou.

Receitas com caldo de cana

Caldo de cana com cenoura e hortelã

Ingredientes

  • 200 ml de caldo de cana;
  • 1 cenoura média cortada em fatias;
  • hortelã a gosto.

Modo de preparo

Junte todos os ingredientes no liquidificador e bata por, aproximadamente, dois minutos. Sirva em seguida.

Caldo de cana com abacaxi e gengibre

Ingredientes

  • 400 ml de caldo de cana;
  • 5 folhas de hortelã picado;
  • 1 pedaço de gengibre;
  • 3 rodelas de abacaxi sem casca.

Modo de preparo

Reserve o gengibre e bata todos os ingredientes no liquidificador, por aproximadamente três minutos. Acrescente o gengibre e bata por mais um minuto. Sirva em seguida.

3. Caldo de cana com melancia e goiaba

Ingredientes

  • 100 ml de caldo de cana;
  • 1 porção de melancia picada em cubos e sem sementes;
  • 1 goiaba em polpa e sem semente.

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes no liquidificador e bata por cerca de dois minutos.

 

Fonte: Dr. Bruno Takatsu, médico nutrólogo, especialista em emagrecimento e medicina esportiva da Horaios Estética, em SP.

Clube O2

Clube O2 + Mochila de Hidratação!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!