Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Chá de canela de velho: o que é? Conheça os benefícios e contraindicações

Foto: Shutterstock

O chá de canela de velho tem como ingrediente principal uma erva chamada de miconia albicans. O apelido é curioso, mas explica bastante sobre o uso medicinal dessa planta.

 É indicada para tratar doenças dolorosas como artrites, artroses e reumatismo. Mas também ajuda a aliviar dores de tendinites, torcicolos, bursites e outros processos inflamatórios, especialmente aqueles acompanhados de inchaço local.

É uma planta muito conhecida e utilizada em tratamentos naturais contra dores nas articulações, principalmente na região nordeste do Brasil.

Segundo alguns estudos e especialistas, a canela de velho tem realmente as propriedades anti-inflamatórias e fitoquímicas (antioxidantes) de que sempre se falou. 

Leia mais

6 chás que podem fazer (muito) bem à saúde

Cúrcuma: raiz fortalece imunidade e alivia dores musculares

4 receitas para aumentar a imunidade no inverno

Como preparar

Ingredientes

  • 70 g de folhas secas de canela de velho
  • 1 litro de água

Modo de preparo

Para preparar o chá de canela de velho, basta ferver a água junto das folhas secas. Feito isso, deixe descansando por 10 minutos, então coe.

Chá de canela de velho: como consumir

Especialistas aconselham que o consumo de chá de canela de velho seja feito com moderação.

Porque os fitoquímicos, que fazem muito bem ao organismo, em excesso não são bons para o sistema digestivo e podem causar problemas no fígado.

Então, é indicado que seja consumido apenas duas vezes ao dia, uma no período da manhã e outra no período da noite.

Cuidados necessários

Antes de começar a consumir o chá, saiba a procedência da erva, devido a capacidade da canela de velho de absorver o alumínio presente no solo. No cerrado, onde a erva é abundante, há forte predominância do metal no solo por causa da exploração mineral na região. 

Chá de canela de velho: o que é? Veja os benefícios
Mulher bebendo chá de canela de velho

Estudo recente feito pela Unifor constatou que o uso das folhas de M. albinas com finalidade medicinal é aparentemente seguro. No entanto, ressaltou que são necessários mais estudos para confirmar a sua segurança.

Outro estudo, feito pela UNESP – Assis, mostrou riscos à saúde, seja em forma de chá ou qualquer outro uso, por conta da concentração de alumínio na erva.

O biólogo Rodrigo Polisel comenta que é preciso uma reformulação do uso da canela de velho a fim de se criar um processo para extrair o alumínio presente na planta antes de seu consumo.

 “O potencial da planta é inegável. Mas na natureza há plantas que bioacumulam muitas coisas presentes no solo e, parece que canela de velho é uma delas. O grande desafio é saber quais os níveis seguros de ingestão para que não cause problema nas pessoas. Vale dizer que não se deve sair tomando o chá sem nenhum acompanhamento, por mais que se trate de medicina natural”, explicou Rodrigo.

Clube O2

Garanta sua jaqueta do Clube O2

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!