Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Confira diferenças entre tipos de açúcar

Mesmo com muitas calorias, é tão bom comer um docinho de vez em quando… mas qual dos tipos de açúcar é melhor para fugir das calorias vazias e dos perigos para a saúde que a versão branca pode causar? Veja as opções mais saudáveis para adoçar suas receitas e escolha a sua preferida.

A principal diferença entre os tipos de açúcar está na cor e no processo de refinamento (ou a ausência dele), que faz com que a composição nutricional seja melhor ou pior. O açúcar refinado é um dos maiores vilões das dietas e da saúde (chega a perder 90% dos nutrientes durante o processamento), e o seu consumo em excesso pode causar problemas digestivos, diabetes, envelhecimento precoce, cáries, além de muitos quilinhos a mais na balança.

 
Quanto mais escuro o açúcar, mais nutrientes ele conserva, pois não recebe aditivos químicos em sua produção. No topo da lista dos mais saudáveis, está o açúcar de coco, rico em nutrientes (vitaminas e minerais), com baixo índice glicêmico e bom poder adoçante.

 
Os açúcares pouco refinados são melhores que o branco. São eles o demerara e mascavo, que diferem apenas no grau de refinamento. Eles contêm as mesmas calorias, mas apresentam menores danos ao organismo. O açúcar mascavo é mais denso e com aporte nutricional mais completo, enquanto o demerara tem sabor semelhante ao açúcar cristal, mas menos refinado.

 
O melado de cana é outra excelente alternativa ao açúcar refinado, contendo quantidades significativas de ferro e cálcio para uma dieta normal e níveis elevados de antioxidantes. Ainda assim, ele é bastante calórico, e eleva o índice glicêmico da mesma forma que os demais.

O mel cru (não pasteurizado) tem sua vantagem no conteúdo de enzimas, que auxiliam os processos metabólicos e intoxicam menos o organismo, mas também possui alto índice glicêmico e bastante calorias por porção.

Outra dica mais saudável ao açúcar comum é o uso da stévia, um adoçante natural que não possui calorias e ainda tem poder de adoçar muito maior que o próprio açúcar. Ele é indicado para portadores de diabetes.

A sugestão dos nutricionistas é utilizar o açúcar comedidamente, independentemente da fonte, e tentar obter o paladar doce de forma mais natural, com o consumo de frutas. E não se esqueça da prática constante de atividades físicas: elas podem contrabalançar o consumo de um alimento rico em carboidratos (açúcar), ao aumentar o consumo energético das células musculares.

 

(Fontes: Dra. Luiza Savietto, nutricionista da clínica NutriOhm (SP), Fernanda Prudente Peres, nutricionista da CLINONCO e Dra. Hannah Médici, nutricionista membro do The Institute for Functional Medicine (USA) e membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional).

Clube O2

Garanta sua jaqueta do Clube O2

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!