Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Cúrcuma: raiz fortalece imunidade e alivia dores musculares

Foto: Shutterstock

A cúrcuma é uma raiz parecida com o gengibre, utilizada com frequência na culinária indiana e muito mais do que um tempero. São muitas as pesquisas que demonstram os diversos benefícios da curcumina (curcuminoide que é o princípio ativo da cúrcuma ou açafrão da terra) para a saúde, mas uma nova pesquisa relaciona a raiz a ainda mais vantagens para quem pratica esportes. Veja razões para atletas consumirem a cúrcuma, especialmente no pós-treino:

Cúrcuma para atletas

Estudos têm mostrado que os curcuminóides de cor amarela, o principal composto ativo da cúrcuma, podem reduzir o risco de doença cardíaca, a pressão arterial elevada e até o declínio cognitivo que a idade avançada provoca. Além disso, a curcumina aumenta a capacidade antioxidante do corpo, combate o envelhecimento precoce e doenças inflamatórias do organismo.

Um novo estudo publicado no European Journal of Applied Physiology deu mais razões para amar a cúrcuma: ela também pode ajudar a reduzir a dor associada com dor muscular tardia (DMT) e na recuperação pós-treino em pessoas fisicamente ativas.

Eles testaram uma dosagem de 2,5g de curcumina via oral, duas vezes por dia durante 14 dias, em dez atletas. No mesmo período, outros dez atletas achavam que estavam ingerindo curcumina, mas tomaram placebo.

Durante esse período, os pesquisadores monitoraram os dois grupos e analisaram indicadores de lesão no músculo e inflamação.

Os resultados foram surpreendentes. Além de reduzirem as dores causadas por agachamento unipodal, glúteos e saltos de agachamento, os suplementos de curcumina também causaram pequenas reduções na atividade da creatina quinase (o aumento da quantidade de creatina quinase no sangue está associado a lesões musculares).

Os pesquisadores ainda descobriram que a curcumina melhorou o desempenho de exercícios de salto dos voluntários, devido a seus benefícios anti-inflamatórios. Segundo eles, a curcumina ingerida via oral reduziu dores musculares e melhorou a capacidade de recuperação do músculo durante o exercício.

Em outro estudo, publicado no  Journal of Pain Research,  os pesquisadores descobriram que a curcumina tem efeitos analgésicos potentes e pode ser mais eficiente até que drogas e remédios indicados para aliviar a dor. Neste novo estudo, a curcumina se mostrou efetiva também na prevenção de lesões e inflamações.

 

Leia mais

Spirulina: afinal, o que é e pra que serve?

Os benefícios da moringa: a proteína verde que está ganhando espaço

Superalimentos para quem corre

 

Onde comprar

É fácil achar a cúrcuma em lojas de produtos naturais. Prefira comprar assim, pois os temperos normais vendidos nos supermercados geralmente vêm com fubá na fórmula e não são orgânicos.

Além disso, algumas marcas já comercializam suplementos à base de curcumina, como a brasileira  Yellow Force, que vende a cúrcuma em pó e outros produtos indicados para praticantes de atividades físicas.

Receita para todos os dias

Todos os dias, antes do café da manhã (de preferência em jejum), experimente consumir 1 colher chá de cúrcuma em pó, diluída em um suco de um limão espremido e uma colher de chá de mel.

 

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!