Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Maltodextrina: o que é, benefícios, quando usar e contraindicações

A maltodextrina é um dos suplementos mais conhecidos pelos praticantes de atividades físicas, especialmente os de atividades de longa duração ou alta intensidade. A substância é derivada do amido de milho, tem alto índice glicêmico, rápida absorção no organismo e pode contribuir também para a hipertrofia – daí sua alta popularidade entre atletas.

A malto, como também é conhecida, não é uma fonte de energia concentrada, ou seja, fornece grande quantidade de energia num período de tempo mais duradouro, auxiliando o atleta em práticas de longa duração. Essa é a principal diferença da substância para outros carboidrato, como a dextrose, que oferecem quantidade de energia similar, mas em um período de tempo menor, causando um grande pico de insulina no organismo.

Benefícios da maltodextrina

A função do suplemento de maltodextrina é fornecer ao corpo carboidratos suficientes para servir como fonte de energias, deixando a proteína auxiliar na reconstrução muscular. Como ela é absorvida rapidamente pelo organismo e fornece nutrientes para o organismo por um longo período, pode ser utilizada antes ou depois do treino, de acordo com o objetivo do atleta.

O carboidrato é muito consumido por praticantes de musculação e por corredores de alta performance, pois auxilia principalmente na melhora do desenvolvimento do atleta durante as atividades ou em sua recuperação muscular.

“A maltodextrina tem como principal benefício a sua fácil absorção pelo organismo, o que faz com que seja ideal para o uso antes, durante e após o exercício já que o seu efeito será próximo da ingestão. Além disso, demanda menor tempo e gasto energético para a sua digestão diminuindo assim sintomas como refluxo do conteúdo gástrico, náusea e vômito”, explica a nutróloga Carolina Maldi da clínica Dra. Nicolle Queiroz.

Quando usar

Antes do treino

O uso da maltodextrina antes do treino é indicado para atletas que praticam esportes de alta intensidade ou duração, pois como não causa aumentos bruscos da glicemia dificulta o esgotamento do glicogênio – combustível responsável por permitir que o organismo funcione bem durante a atividade física. Assim, atua como fornecedor de energia para o organismo.

 

Depois do treino

Para quem busca a hipertrofia, a ingestão ideal é logo após o treino, pois a maltodextrina é usada como suplemento proteico que auxilia na reconstrução das fibras musculares e no processo anabólico.

“A maltodextrina para o atleta que faz atividade aeróbica diminui o risco de hipoglicemia e permite assim uma performance adequada. Já para o atleta que treina musculação, o interesse principal é a sua contribuição no aumento do estoque de glicogênio e na hipertrofia muscular. A insulina liberada pelo organismo após o consumo do carboidrato facilita a entrada de aminoácidos na célula muscular, o que contribui diretamente com a hipertrofia,” explica a nutróloga Carolina Maldi.

A maltodextrina é um açúcar?

A maltodextrina é um carboidrato complexo que se transformará em açúcar – carboidrato simples – quase que instantaneamente após a sua ingestão, mas as substâncias têm efeitos diferentes no corpo. “A maltodextrina é como se fosse um açúcar, mas nós não indicamos a ingestão de açúcar a ninguém, nem em bebidas e, de preferência, nem o uso em sua forma simples”, explica a nutróloga.

Ela é consumida, em gel ou pó, misturada com água exatamente para que o atleta não precise fazer uso de bebidas com açúcar e mesmo assim tenha uma fonte energética satisfatória.

“Se você tomar um suco antes do exercício com açúcar, por exemplo, vai dar refluxo. A ideia da maltodextrina é você ter o carboidrato só dela, pois ela fará o pico de glicose máxima e depois você vai fazer o exercício, evitando refluxos. Você até pode mistura o carboidrato com alguma bebida, mas não haverá nenhum de seus benefícios, podendo até perder o seu efeito,” explica a Dra. Carolina Maldi.

A maltodextrina engorda?

Parecido com o açúcar ou qualquer outro carboidrato, a maltodextrina depois de ingerida é transformada em energia que, caso não seja totalmente consumida, será armazenada em forma de gordura, podendo levar ao ganho de peso. Por este motivo é sempre recomendado consultar um nutricionista ou médico especialista para que a quantidade da substância seja exata para cada objetivo.

“A quantidade a ser consumida deve ser individualizada e levar em consideração as instruções do fabricante, o peso do atleta e a intensidade e duração do treino, além do consumo de carboidrato na dieta”, avalia a nutróloga.

Contraindicações

Por conter um alto índice glicêmico, se utilizada em grande quantidade tanto no pré quanto no pós-treino, a maltodextrina pode ser prejudicial, pois eleva rapidamente os níveis de açúcar do sangue podendo causar hipoglicemia, diarreias, náuseas e vômitos.  Já os diabéticos devem evitar seu uso.

“O açúcar e a maltodextrina são dois tipo de carboidrato e os diabéticos tem restrições a carboidratos, porque no caso da malto, ela será quebrada no organismo e virará glicose – vulgarmente chamada de açúcar. Todo diabético quando ingere algum carboidrato precisa usar insulina para que o carboidrato faça efeito. Então nós não indicamos esta substância. Se ele precisar fazer um treino mais intenso, ele deverá ter orientação multidisciplinar de um endócrino ou nutrologista, pois é bem particular para cada um.”

Leia mais

Pré-treino natural: alimentos que funcionam como termogênicos

Alimentos do Recife que ajudam os corredores

Alimentos com baixo índice glicêmico: o que você deve saber sobre eles

Valor aproximado

A maltodextrina pode ser encontrada em lojas especializadas de suplementos para atletas com preços, geralmente, entre R$ 10 e 20.

Fonte:

Dra. Carolina Maldi, nutróloga na clínica Dra. Nicolle Queiroz, formada em medicina pela Unicamp. 

Dra. Janainna Mazelli, nutricionista na Clínica Dra. Nicolle Queiroz.

 

Clube O2

Faça parte do Clube O2 e leve uma Mochila de Hidratação!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!