Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

Inspiração: a história da freira triatleta de 86 anos

Foto: Divulgação / Nike

Nascida no dia 4 de julho de 1930, no estado do Missouri (EUA), a irmã Madonna Buder começou a correr um pouco antes dos 50 anos e, em seguida, foi apresentada ao triathlon, quando descobriu sua segunda vocação. Desde então, já disputou mais de 300 provas, incluindo 45 Ironman, o que a tornou conhecida como a “Freira de Ferro”.

Seu primeiro contato com a corrida se deu por recomendação de um padre, quando ela tinha 48 anos. “Ele me falou dos benefícios do esporte para harmonizar mente, corpo e alma”. Pouco tempo depois, por incentivo de seus colegas de asfalto, ela passou a praticar triathlon. “Teve um momento em que eu não queria ver um par de tênis de corrida, e então o triathlon apareceu. Foi a salvação”, relembra a freira.

Em 1992, aos 62 anos, ela completou seu primeiro Ironman. Com 75 anos, competiu em seu primeiro mundial, tornando-se a mulher mais velha a cruzar a linha de chegada em Kona. Ela completou o percurso de 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42 km de corrida em 16h59min03seg. Esse título, contudo, foi perdido em 2013, quando a californiana Harriet Anderson, de 78 anos, completou a prova faltando apenas 3 minutos para o tempo limite de 17 horas.

 

Leia mais

10 provas de 70.3 para curtir a arquitetura europeia

A história do Triathlon e do Ironman

A importância da alimentação em provas de longa distância

 

Aos 82 anos, ela concluiu o Ironman do Canadá, e dois anos depois, em 2014, ela voltou para Kona na tentativa de recuperar o título que por sete anos foi seu. Contudo, os ventos fortes e as duras subidas não a deixaram terminar a prova. Ela abandonou a disputa sendo ovacionada pelo público após nadar 3,8 km e pedalar 119 km.

Ao longo desses anos como atleta, a irmã Madonna já sofreu pelo menos nove lesões sérias, sendo a última em 2014, quando fraturou a pélvis. Até hoje ela segue treinando por conta própria, correndo e pedalando entre um lugar e outro, e nadando em uma piscina na cidade de Spokane, em Washington, onde mora. “Quando escuto alguém dizer que não pode fazer tal coisa porque está velho, costumo dizer que não saberia o que fazer se nunca mais pudesse correr”.

Recentemente, a “Freira de Ferro” foi uma das estrelas da campanha “Unlimited”, da Nike, que traz uma série de filmes com grandes atletas mundiais, como a tenista Serena Williams e o corredor Mo Farah. Confira abaixo:

Clube O2

Escolha já seu Óculos HB!

Compartilhe por email!