Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Sam Gaze tira Nino Schurter do topo do pódio na Copa de MTB

O neo-zelandês Samuel Gaze foi o grande vencedor da primeira etapa da Copa do Mundo de MTB da UCI, que aconteceu no último sábado (10) em Stellenbosch, na África do Sul.

Com um tempo de 1:30:14, Sam bateu o suíço Nino Schurter, primeiro colocado do ranking mundial e grande favorito da prova, que terminou o percurso um segundo depois. O francês Maxime Marotte completou o pódio na terceira colocação, adicionando mais um segundo ao tempo vencedor.

A Copa teve quatro eventos separados durante o dia, todos no mesmo percurso, com 4.4 km de extensão e diferentes obstáculos e desafios. O número de voltas variava de acordo com a modalidade.

Categorias

A primeira prova do dia foi o feminino sub-23, com cinco voltas no percurso. A vencedora foi a dinamarquesa Malene Degn, que concluiu sua participação em 1:18:52.

Malene Degn pedala na Copa do Mundo de MTB (Foto: Shannon Valstar via In the Bunch)

Em seguida aconteceu o sub-23 masculino, com seis voltas completas pelo vencedor, o norueguês Petter Fagerhaug, em 1:18:23.

Petter Fagerhaug pedala na Copa do Mundo de MTB (Foto: Shannon Valstar via In the Bunch)

A prova de elite feminina também teve seis voltas, completas pela vencedora, a dinamarquesa Annika Langvad, em 1:33:14.

Annika Langvad pedalando na prova feminina (Foto: Shannon Valstar via In the Bunch)

A prova de elite masculina, com sete voltas de duração, foi vencida com grande estrondo por Sam Graze, com um sprint disputado no final.

Sam Gaze, o grande vencedor da categoria de elite masculina (Foto: Shannon Valstar via In the Bunch)

Brasil

O brasileiro Henrique Avancini terminou a prova de elite em 1:32:36, ficando na oitava colocação, conquista inédita para o Brasil. Mesmo em um circuito travado e de velocidade média relativamente baixa, que não favorece seu estilo de pilotagem, Henrique conseguiu imprimir um ritmo consistente.

Henrique Avancini pedala durante a copa do mundo de MTB (Foto: Divulgação Red Bull Content Pool)

“Fiz uma prova sólida, mas não me senti tão bem assim. Acho que na forma que estou, poderia ter obtido um resultado até melhor. Agora tenho que continuar solidificando isso para me manter sempre no top 10. Mas estou muito feliz e grato com essa nova marca pessoal e para o Brasil”, concluiu o atleta, que encara a Cape Epic no próximo domingo, dia 18. 

 

Leia mais

"Last Mile": misturando o pedal com outros transportes

6 jeitos de estragar seu pedal até o trabalho

10 dicas para comer bem e pedalar melhor

Calendário

Encontre um evento de bike perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!