Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Kenenisa Bekele desiste da Maratona de Tóquio por lesão

Foto: Instagram

O etíope Kenenisa Bekele desistiu de participar da Maratona de Tóquio devido a uma fratura por estresse em uma de suas pernas. A prova está marcada para 2 de março.

No comunicado em que anunciou sua desistência, o atleta não especificou qual a lesão, nem a perna contundida.

“Estou triste por não estar em Tóquio neste ano, porque preciso me concentrar em minha recuperação. Eu tenho sentido desconforto desde a Maratona de Amsterdã no outono da última temporada e não consegui me recuperar dessa lesão a tempo”, disse Bekele.

O fundista etíope é um dos atletas mais vitoriosos da história, com três medalhas de ouro e uma de prata nos Jogos Olímpicos, além de mais cinco ouros no Campeonato Mundial de Atletismo – sempre nos 5.000m e 10.000m. Mas ao deixar as pistas e se dedicar às longas distâncias, passou a colecionar desistências, apesar de já ter obtido bons resultados

“Estou motivado para ainda alcançar grandes resultados na maratona, já que sei o que ainda sou capaz quando meu corpo pode cooperar plenamente. É por isso que agora preciso aproveitar para me recuperar completamente, ficar saudável para que eu alcance as metas que deixei para provar por mim mesmo na maratona”, explicou.

Bekele mostrou potencial nos 42.195 km na Maratona de Berlim em de 2016, em que obteve a marca de 2h03min03s, o terceiro melhor tempo da história pra a distância.

“Meu corpo está começando a sentir que eu tenho mais de 20 anos no mais alto nível no esporte. Lesões têm atormentado um pouco minha mudança para a maratona, mas também tenho ótimas lembranças desde que me tornei uma maratonista. O meu tempo em Berlim, por exemplo, e também a minha vitória em Paris são provas de que tenho muito orgulho ”, afirmou o etíope.

Apesar de ter desistido de participar da Maratona de Tóquio, uma das principais provas do calendário, Bekele ainda tem como meta uma prova da capital japonesa: a maratona das Olimpíadas de Tóquio, em 2020.

“Primeiramente estou com foco em voltar a uma boa saúde e correr um tempo muito rápido em algum lugar. Meu segundo objetivo é ser o campeão olímpico na maratona em Tóquio. Isso seria algo de que eu realmente iria me orgulhar”, disse.

Leia mais

"Caos" e desistências: as polêmicas de Kenenisa Bekele

Nike Zoom Vaporfly 4% volta a ser vendido no Brasil

New Balance abre bar que troca kms percorridos por cerveja

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!