Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Nike React Infinity Run: o tênis da corrida infinita?

Foto: Divulgação

“Se você tem um corpo, você é um atleta.” A frase dita por Bill Bowerman,  cofundador da Nike, ganhou notoriedade em campanhas publicitárias da marca por carregar uma mensagem de inclusão, tornando o esporte uma ferramenta acessível a qualquer pessoa — e, consequentemente, aumentando o público potencial da companhia. Agora, a empresa tenta resolver outro problema elementar: evitar que as lesões afastem os corredores do esporte. Afinal, se você está machucado, não consegue ser um atleta. É com esse apelo que a empresa introduziu no mercado recentemente o Nike React Infinity Run, seu novo tênis de corrida.

O modelo, disponível ao público brasileiro desde 30 de janeiro, promete reduzir a possibilidade de lesões, apesar do ceticismo de muitos corredores experientes que já ouviram histórias parecidas ao longo dos anos. Desta vez, o discurso da marca vem ancorado em uma pesquisa realizada em parceria com a Fundação para Pesquisa em Medicina Esportiva da Universidade de British Columbia, e em uma abordagem que inclui até dicas de treinamento.

“Para reduzir a possibilidade do surgimento de lesões, o principal aspecto é o amortecimento”, diz a equipe de designers de calçados para corrida da Nike — por normas da empresa, os envolvidos no desenvolvimento do produto não podem ser identificados na imprensa. A frase pode parecer banal, mas revela uma mudança de mentalidade da marca, que até então via o controle de movimentos do pé como chave para diminuir a incidência de lesões em corredores. “A Nike acredita que o amortecimento é fundamental para fazer a transição entre o controle de movimentos e uma solução aprimorada, que ajude a reduzir as lesões”, explica o time de desenvolvimento.

O Infinity Run é o primeiro passo da Nike nessa corrida pela solução aprimorada contra as contusões. Como a equipe disse, tudo começa pelo amortecimento. O tênis conta com uma grande quantidade de espuma React — composto mais moderno da marca e utilizado em tênis de corrida desde 2018. Grande quantidade mesmo: 24% a mais do que no Nike Epic React Flyknit 2, lançado em 2019.

Outras características marcantes do tênis são a base larga para conferir estabilidade e a geometria da entressola em formato de uma leve parábola (com o tênis apoiado no chão, nem o calcanhar, nem a área dos dedos do pé tocam o solo), para auxiliar na fluidez das passadas, em um aceno da Nike à tendência de tênis maximalistas que tomou o mercado e tem na Hoka One One sua principal representante.

Amortecimento vs. Controle de movimentos

Para testar sua nova abordagem, a Nike colocou atletas para correr com o novo Infinity Run e com o Nike Air Zoom Structure 22, modelo de estabilidade desenvolvido pela empresa para privilegiar o controle de movimentos. Nada mais justo.

Para tentar desamarrar a cara dos céticos, conduziu esse experimento ao lado da Fundação para Pesquisa em Medicina Esportiva da Universidade de British Columbia. E descobriu que pode estar certa. Em um estudo com 226 corredores de ambos os sexos e com 12 semanas de duração, os pesquisadores observaram uma redução de 52% do índice de lesão em atletas que utilizaram o Infinity Run em comparação ao Structure 22 — aqui, a lesão é caracterizada quando o corredor perde três ou mais corridas consecutivas por causa de dor relacionada ao esporte.

Dos atletas que utilizaram o Structure 22, 30,3% sofreram alguma contusão e 14,5% das cobaias que correram com o Infinity Run acusaram o aparecimento de alguma lesão. Dores no joelho, na panturrilha, no e na canela foram as queixas mais comuns dos corredores durante o experimento.

Leia mais

Treinar ou dormir?

Saucony Kinvara 11: carro-chefe da marca será lançado em fevereiro

Diga não à burla nas corridas

Segundo a marca, a comparação do Infinity Run foi feita com o Structure 22 justamente para opor a “corrida macia, estável, responsiva e fluida” de um ao “controle de movimentos e passadas mais estáveis” de outro.

“Embora a ciência mostre que o controle de movimentos não evita essas lesões, não se sabe ao certo o que de fato evita. Temos algumas hipóteses bem animadoras e estamos ansiosos para continuar nossos estudos”, afirma a misteriosa equipe de desenvolvimento. “O objetivo da Nike é ajudar os atletas a continuarem correndo, e o Nike React Infinity Run é um avanço animador no nosso trabalho para reduzir a possibilidade de lesão”, completa.

A própria marca de tênis, no entanto, sabe que fora dos laboratórios o grande trunfo dos corredores que se mantêm longe das lesões está em seguir uma rotina saudável de treinamento, evitando progressões precoces de volume de rodagem e de ritmo.

Por isso, parte do esforço de marketing do lançamento do Infinity Run está direcionado a reforçar o uso da função My Coach, do aplicativo Nike Run Club, em uma ação quase holística de “incentivo, inspiração e orientação” para que os corredores adotem variações e evoluções saudáveis de treinamento.

Corrida épica, mas infinita 

O novo modelo é considerado pela marca uma evolução do Nike Epic React. A primeira versão do tênis chegou ao mercado em 2018 e impressionou muitos corredores pela maciez e responsividade, mas desagradou tantos outros pelo rápido desgaste da sola. Observadores mais atentos vão encontrar semelhanças no design, como o clipe no contraforte e a espuma de entressola ultrapassando o perímetro do cabedal no calcanhar — os dois recursos são uma tentativa dos desenvolvedores de produto de unir amortecimento e estabilidade.

Mas esses mesmos observadores também perceberão diferenças fundamentais, além da base larga e da geometria da entressola. O cabedal do novo modelo é feito em Flyknit Loft, uma nova malha leve e ventilada, com três camadas, que aumenta a durabilidade da parte superior do tênis. E agora há borracha em quase toda a sola (são duas placas longas) para aumentar a tração no contato com o chão e a durabilidade. No fim das contas, o que a Nike quer é que você não pare de correr, seja por dores, seja por desgaste do tênis. E nós, obviamente, não querermos parar.

 

Nike React Infinity Run

Categoria: Amortecimento
Drop: 9 mm M/8,4 mm F
Peso: 293 g (41 M)/230 g (38F)
Preço: R$ 700

 

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Clube O2 + Mochila de Hidratação!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!