Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

Areia x asfalto: correr na praia é boa ideia?

Foto: O2

Há quem diga que a vida à beira-mar fica mais leve. Mas será que essa lógica também se aplica à corrida? Os estímulos visuais a poucos metros do mar costumam ser mais agradáveis do que o asfalto e os blocos de concreto que dominam a maioria das grandes cidades brasileiras, porém a exigência física das passadas sobre a areia, em alguns casos, é maior.

O Ativo.com conversou com três “ratos de praia” para saber as diferenças entre correr na areia e no asfalto. Felipe Guedes, treinador da assessoria esportiva MPR, tem a maior parte de sua clientela em Santos, cidade do litoral paulista com uma areia mais dura que de outras praias e com superfície plana. Já João Magalhães e Thiago Vaz, treinadores do Rio de Janeiro, têm em seu “quintal” uma areia fofa, que exige mais da musculatura do atleta.

Veja abaixo os principais depoimentos do trio em relação à corrida na areia:

O IMPACTO DA CORRIDA NA AREIA, A TÉCNICA E O ESFORÇO FÍSICO

Guedes: “A combinação entre areia e umidade deixa o piso mais mole, fofo, interferindo nas forças aplicadas na passada. Mas não deixa de gerar sobrecarga se a mecânica do corredor não for eficiente.”

Magalhães: “Na areia existe menos impacto, sim, mas há um esforço maior. Você não tem a mesma resposta da pista. É basicamente ação e reação. Você tocou o pé no solo e vai te impulsionar à frente. Na areia, você pisa e afunda. Sua musculatura trabalha muito mais.”

Vaz: “Na areia, a cadência é maior. Você encurta a passada. No asfalto, a passada é mais larga. Muda a técnica.”

 

Leia mais

Como estabelecer o pace ideal em treinos e provas?

Dicas para quem está acima do peso e quer correr

Correr devagar pode te ajudar a evoluir no esporte

 

CORRIDA NA AREIA AJUDA A “EDUCAR” O CORREDOR

Magalhães: “A areia serve como um educativo para melhorar a parte da mecânica na corrida. Ajuda a ganhar ritmo e força ou para quando o corredor está em fase de adaptação. Também é ideal para o trail run, principalmente pela instabilidade no tornozelo.”

PACE MAIS ALTO NA AREIA FOFA

Nas areias, um corredor acostumado a rodar 1 km em 4min40s no asfalto vê seu tempo cair para aproximadamente 5min50s ao migrar para a areia. Essa diferença se dá pelo “encurtamento” da passada e do esforço físico mais elevado na praia.

ASFALTO OU AREIA: QUAL DOS DOIS PISOS MACHUCA MAIS?

Guedes: “A falta de trabalho preventivo, o volume de treinamento, a distribuição das sessões de treinos durante a semana e o trabalho técnico e biomecânico da corrida machucam e lesionam a maioria dos atletas. O que realmente absorve impacto é a forma como a pessoa corre, como cada um amortece e aplica a força dos pequenos saltos que faz para correr.”

IDEAL PARA FARTLEKS

Vaz: “Areia pode ser muito utilizada para fartleks. O corredor pode fazer uma espécie de treino misto, com corrida de resistência, força, até para encaixar ladeira.”

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Garanta já sua Mochila de Hidratação!

Compartilhe por email!