Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Espasmos musculares: o que são e como evitá-los

Durante uma corrida ou outro exercício, você já sentiu dores musculares acompanhadas de contrações involuntárias? Caso a resposta seja positiva, você já conhece os sinais dos espasmos musculares e das cãibras, que costumam afetar as panturrilhas, as coxas, os braços e o abdômen.

Os espasmos musculares são resultado de desequilíbrio hidroeletrolítico no corpo ou de sobrecarga muscular. Funcionam como uma espécie de autoproteção do corpo, uma vez que sinalizam que algo não corre bem com os músculos e colaborando para que lesões mais graves não surjam.

Os espasmos estão relacionados ao cansaço, ao estresse muscular. Nas musculaturas maiores, surgem pelo acúmulo de lactato, circulação ruim, falta de alongamento. Quem se submete a estímulos que vão além do que é suportável está mais sujeito a isso. A intensidade desse desgaste vai indicar o grau da contração”, diz a médica do esporte Christiane Prado, do Laboratório de Performance Humana, no Rio de Janeiro (RJ).

Nas altas temperaturas, crescem as chances de atletas sofrerem com os espasmos musculares. Isso ocorre porque, no calor, perdemos grandes quantidades de água e sais mineirais. De acordo com Christiane, a desidratação altera o funcionamento das fibras musculares, resultando nas contrações involuntários que castigam grupos musculares.

A intensidade e a duração das dores geradas pelos espasmos musculares variam bastante, de pequenos incômodos a dores severas e de poucos segundos a alguns minutos.

 

Leia mais

Quando o alongamento atrapalha ou ajuda? Entenda as diferenças

Como ir dos 10 km para a meia-maratona sem pular etapas

4 coisas que você não deve fazer depois de correr

 

Como evitar os espasmos musculares 

Uma boa saída para evitar esse incômodo é fazer um bom alongamento – uma forma de tornar alguns grupos musculares mais fortes e retirar a tensão de outros. Se você não tem o costume de aquecer antes de treinar, é melhor acabar com esse mau hábito. O aquecimento prepara os grupos musculares para a atividade intensa que vem a seguir.

A falta de condicionamento físico também é determinante para o aparecimento dessas contrações. Assim, é recomendado não ultrapassar os limites do próprio corpo na hora de se exercitar.

Fique atento à hidratação e reposição de sais minerais. Aposte em fontes de potássio, magnésio e cálcio para não ter seu rendimento prejudicado.

Se os espasmos musculares surgirem durante o exercício, pare a atividade imediatamente e estique a articulação afetada pela dor até as contrações cessarem.

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Essa você nunca viu: Clube O2 + O2 Box!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!